S Rank Boukensha de aru Ore | Cap. 11

 


11 - Procurando uma casa


◆ ◇ ◈ ◇ ◆
Elsa disse que teve uma boa ideia.

"Se o chichiue está procurando um lugar para morar, eu posso te ajudar."

"Elsa. Obrigado pela oferta... é lamentável, mas eu só tenho um pouco de dinheiro em minhas mãos agora."

Embora eu tenha trazido algum dinheiro da aldeia, não tinha dinheiro suficiente para alugar uma casa.

"Apenas deixe comigo. E não há necessidade de dinheiro."

"O quê? O que você quer dizer?"

"Eu sou a cavaleira comandante deste país por enquanto. Se eu apresentar, você receberá uma casa vaga gratuitamente."

Elsa explicou quando colocou a mão no peito.

Ela era uma aventureira de rank S no na Guilda, e também era a capitã da ordem dos cavaleiros deste país - além disso, sendo a Guardiã Real da Princesa.

Parecia que uma ou duas casas pertenciam a suas propriedades.

"Desde que fui informada que chichiue estava se mudando para a capital real, listei algumas das propriedades que ainda estão vagas na capital real. Existem várias áreas no distrito nobre e áreas residenciais. Vamos para lá."

"Você está realmente motivada, não é..."

"Claro. É uma casa que vou morar com o chichiue e as outras de agora em diante. Elas ficarão chateadas se eu não escolher a melhor casa."

Seguindo Elsa, desci a estrada da capital real.

A área de assentamento da capital real foi aproximadamente dividida em duas.

Uma área residencial onde as pessoas pobres e de classe média se reuniam. O outro era um bairro nobre onde viviam apenas os aristocratas escolhidos.

O primeiro lugar que fui foi a área residencial.

Prédios de tijolos alinhados por aqui.

Uma vez que toda a capital real era cercada por enormes paredes de pedra e o espaço pode ser limitado, muitos edifícios se estendem verticalmente em vez de horizontalmente.

Os edifícios foram construídos ao acaso no terreno em frente à rua, com telhados salientes lançando uma sombra escura sobre a rua.

Em alguns lugares, parecia um labirinto.

"Chichiue. Aqui está uma casa vazia na área residencial."

Era uma casa de três andares em frente à qual Elsa ficou parada.

"Acho que é uma boa casa", murmurei.

Decidi dar uma olhada dentro.

A área era grande o suficiente para quatro pessoas morarem juntas.

Havia uma sala de estar, uma cozinha e uma sala vazia que poderia ser usada como local de trabalho.

Quando terminei de olhar para dentro, saí da casa.

Havia uma praça com uma fonte em frente a esta casa. Uma linda água estava brotando lá. Crianças pequenas corriam alegremente.

Um velho estava sentado em um banco, observando as crianças correndo com uma bengala, apertando os olhos e olhando de longe com um sorriso.

――Que cena pacífica.

"Chichiue. O próximo é no distrito nobre. Vamos."

"Ah. Sim."

Depois de deixar a área residencial, vim para o bairro nobre.

Os cavaleiros estavam em ambos os lados do portão de entrada que levava ao distrito nobre.

Ao reconhecer a aparência de Elsa, passamos pelo portão sem perguntas.

"Hee. Então, há cavaleiros da guarda no distrito nobre, hein?"

Eu estava murmurando sem querer.

"Sim. Se alguma coisa acontecer, os cavaleiros estarão correndo para lá imediatamente, então há cavaleiros na frente do portão."

Quando entrei no distrito nobre, a paisagem urbana mudou dramaticamente.

Enquanto as áreas residenciais eram desordenadas e pareciam um labirinto estreito, os edifícios no distrito nobre estavam bem alinhados.

O edifício foi estendido horizontalmente em vez de verticalmente.

"A casa está aqui"

"Haha..."

Fiquei muito surpreso ao ver a propriedade que Elsa me mostrou.

Era completamente uma mansão.

O prédio de dois andares com terreno espaçoso.

Havia um pátio e até uma torre de pedra para proteção.

O interior também era incrível. Todos os móveis, como baús, sofás, louças e utensílios de cozinha, também mesas, cadeiras, etc. todos eram itens de alta qualidade.

Depois de terminar de ver, saímos de casa.

"Chichiue. Que tal?"

"É realmente incrível ter uma residência no bairro nobre."

Naquela hora...

"Você, o que você está fazendo?"

Uma voz ensurdecedora foi ouvida.

Olhando para a fonte, havia duas senhoras aristocráticas com sombrinhas na estrada e elas gritavam com um menino que estava agachado.

"Você, você é um garoto plebeu! Entrando sorrateiramente no distrito nobre sem permissão! Como um rato!"

"Pessoas como você estão obviamente tentando roubar certo!?"

"N-Não. Meu cachorro foi para o distrito nobre durante uma caminhada. Eu só estava querndo trazê-lo de volta..."

Foi quando o menino murmurou isso.

"Kuu..."

Um cachorrinho de cabelos castanhos emergiu próximo a eles.

"Ah! Pero!"

Aparentemente, era o cachorro que aquele menino estava procurando.

"Bem! Um cachorro sujo que se parece com o seu dono!"

Uma das senhoras o ridicularizou.

O cachorro então se aproximou da senhora, latiu para ela, mas no momento seguinte, ela chutou o cachorro.

"Kyain!"

"O que você está fazendo?"

"Que raça de cachorro suja, tentando se aproximar de mim! Este é um distrito de nobres, você sabe! Vá embora imediatamente!"

"Cavaleiros! Venham aqui!"

Em resposta ao chamado dessas damas, os cavaleiros correram juntos em pânico.

Ao ouvirem as explicações das senhoras, foram obrigados a levá-lo.

As senhoras notaram que ficamos perplexos. Assim que ela viu Elsa, elas fizeram uma expressão linda como se antes fosse uma mentira.

"Ara. Não é a Cavaleira Comandante Elsa, o que você está fazendo hoje?"

Em vez de uma voz áspera que antes era dirigida ao menino e aos outros, era uma voz lisonjeira. Não achei que fosse a voz da mesma pessoa.

"Vim ver a casa. Este é o meu pai. Decidi morar com ele na capital real."

"Hoho, que pai adorável."

Essas senhoras foram lisonjeiras e ao mesmo tempo adicionaram "hohoho".

"Acabei de ver uma casa na área residencial e no bairro nobre. Vou morar em uma delas."

"Nesse caso, é definitivamente melhor morar em um bairro nobre. Uma área residencial é uma área para plebeus. Elsa-sama e as outras não combinam com isso. E se você morar aqui, seremos vizinhos."

"Não. Vou morar em uma área residencial."

Quando eu disse isso, os rostos daquelas senhoras congelaram.

"P-Por quê?"

Ela perguntou enquanto hesitava.

"Pode ser bom morarmos aqui, mas para mim, morar no mesmo lugar que pessoas como você não passa de uma desgraça. O conforto não pode ser comprado com dinheiro."

Quando eu disse isso, as senhoras fizeram uma expressão estranha. Depois de um tempo, elas ficaram vermelhos com aquela humilhação.

"Então, vamos indo."

Dito isso, Elsa não estava se desculpando nem culpando, então viramos nossos calcanhares.

Deixamos aquelas senhoras e depois deixamos o distrito nobre.

"Sinto muito, Elsa, eu disse algo assim. Você prefere morar no distrito nobre?"

"Não. Eu me sinto como o chichiue. Não quero morar no mesmo bairro que essas pessoas."

Elsa sorriu suavemente.

--------------------------
--------------------------
--------------------------
--------------------------

Tradutor: Ascherit
Revisor: Ascherit