Masou Gakuen HxH | Vol 2 - Prólogo

 


Prólogo HxH Vol 2

Prólogo


{Unidade especial de ataque, responda.}
Uma voz misturada com um ruído irritante pôde ser ouvida.
"Esta é a Unidade especial de Ataque, sede imperial, por favor."
{Relate sua posição atual.}
Sob meus olhos, um lago cercado por montanhas era visível.
“Atualmente estou em Shizuoka, no meio da passagem por Hakone. O tempo estimado até minha chegada a Nagoya é...
{A operação de Nagoya está suspensa. Volte para Tóquio.}
Eu duvidava dos meus ouvidos.
"Qual o significado disso? No momento, armas mágicas estão avançando da entrada de Kumano, certo? Eu tenho que ir lá rapidamente!"
{Nagoya está abandonada.}
"Qu……-?"
Abandonada, ela disse... o que isso significa?
{Em vez disso, esta é uma nova ordem. Certifique-se de que a boia de Tóquio decole.}
"Eh!?"
Dentro do meu coração estava esfriando.
Flutuador de Tóquio que flutuava na Baía de Tóquio. Para isso decolar significava...

Jogar fora o Japão, era o que dizia.

Suores frios encharcavam o corpo todo.
Os ouvidos estavam zumbindo.
{Uma entrada também está se materializando em Tóquio, armas mágicas também estão se aproximando deste local. Assuma a posição de guarda até os cidadãos reunidos na Baía de Tóquio embarcarem no Megafloat de Tóquio.}
“I-Isso...! Nagoya vai... o que vai acontecer com as outras cidades! Mesmo que eles estejam esperando que eu vá em seu auxílio! Você está me dizendo para assistir um grande número de pessoas morrerem!?”
{Então, você vai assistir as pessoas aqui morrerem?}
"......Kuh!"
{Isso é uma ordem. Volte rapidamente.}
"...Entendido."
Eu me virei 180 °. Naquele momento, gritos que eu não deveria estar ouvindo pareciam ter chegado aos meus ouvidos.
Com relutância dolorosa, fui para Tóquio.
Eu tive que fingir não ver as chamas e a fumaça subindo por toda parte.
Parecia que meu próprio corpo estava assado.
Lágrimas saíram da minha própria impotência.
Mas não consegui mostrar esse tipo de rosto para outras pessoas.
Eu sou a protetora do Japão. Não havia como mostrar um rosto fraco para as pessoas.
Limpando as lágrimas, aterrissei no cais da baía de Tóquio.
"Isto é……"
Baía de Tóquio, do píer até a área circundante, tornou-se uma montanha negra de pessoas lotadas. Havia milhares, dezenas de milhares ou até mais do que esse número reunidos aqui?
Certamente, acomodar todas essas pessoas levaria bastante tempo.
"Ei! O que é isso!?"
“Essa é a unidade especial de ataque! A ajuda está chegando!”
As pessoas descobriram minha figura, apontaram e levantaram suas vozes.
Todos tinham rostos cheios de esperança e expectativa. Aqueles rostos levantaram vozes de alegria e alívio.
Está certo.
Eu tenho que proteger essas pessoas. Não havia tempo para chorar nem nada.
Quando aterrissei no píer, as pessoas avançaram, então falei para controlar a multidão.
“Todo mundo, por favor, acalmem-se! De agora em diante, protegerei todos. Por favor, acalmem-se por qualquer meio, siga as instruções e evacue!”
Minhas palavras foram transmitidas como espalhando ondas de boca em boca das pessoas. Ao mesmo tempo, expressões aliviadas também estavam se espalhando. Confirmei a situação e andei entre as pessoas.
Velhos e jovens, homens e mulheres, suas idades e trajes também eram variados. Em vez de estar junto com a família, muitas pessoas formaram um grupo com outras pessoas que pareciam ser colegas na escola ou no local de trabalho. Havia também uma garota na mesma idade que eu entre elas. Um garoto estava ao lado dela, segurando a mão dela com firmeza.
Certamente eles eram amantes.
Meu peito estava apertado. Fingi não ver e passei ao lado deles.
Havia uma mãe levando seu filho. Seu filho era uma menina da idade de um jardim de infância, ela estava abraçando um pequeno urso de pelúcia com um rosto que parecia pronto para chorar.
"O que há de errado? Você se sente assustada?
A mãe fez um sorriso de obrigado e abaixou a cabeça. O rosto da garota ainda estava triste enquanto olhava para mim.
“Hicc..... uh... huh. O-Onee-chan? Você não está com medo?
"Sim, eu não estou com medo de tudo."
A garota piscou os olhos de surpresa.
"Porque, todos esses bandidos, essa onee-chan vai vencer todos eles!"
Sorrindo alegremente, dei um tapinha na cabeça da garota.
Então, as bochechas da garota relaxaram e logo seu rosto se transformou em um sorriso feliz.
"Realmente? Realmente, onee-chan vai nos salvar? Eu também, mamãe também?"
"Sim, com certeza."
A garota foi para o 'uwaa' com a boca aberta, os olhos brilhavam intensamente.
“Oii-! O que é isso!?"
Uma voz assustada podia ser ouvida do outro lado da parede humana.
Uma onda de agitação estava atacando a multidão.
"Por favor acalmem-se! Algo está errado?"
Eu corri na direção da voz. Lá, todos estavam apontando para um único local.
--Isso é?
Da sombra dos edifícios da cidade, uma enorme bola de luz mostrou sua figura.
Talvez tivesse o diâmetro de dez metros. A superfície era vermelha, era como um turbilhão de gás em círculo, por alguma razão, parecia até como Júpiter mudando de cor para vermelho.
“Todo mundo, acalmem-se! Abaixem seus corpos para perto do chão, as pessoas que podem se esconder vão para o prédio próximo para enseada..."
Uma tremenda onda de choque perfurou meu corpo.
--Eh?
Antes que eu percebesse, o céu e a terra estavam completamente invertidos.
Chama e explosão explodiram nos arredores, obstruindo o campo de visão.
--O qu...
O que estava acontecendo?
Meu corpo flutuou no ar e depois caiu no chão.
"Ku... h"
Meu corpo inteiro doía.
Eu me arrastei de quatro e de alguma forma tentei me levantar.
Um som pingando, sangue pingando no chão.
Eu fui cortada em algum lugar?
No entanto, não posso reclamar sobre essas coisas agora.
"E...... todo...... um"
Eu levantei meu rosto e perdi as palavras.
As figuras de pessoas em fila ordenada, esperando a sua vez, não estavam em lugar algum.
Mesmo que agora eles estivessem me encarando, com aqueles olhos transbordando com tanta expectativa.
"O que caralhos aconteceu!?"
Quando bati na minha própria perna, me levantei.
Escombros estavam em todo lugar que ela podia ver.
Fogo do inferno que queimou tudo.
Fumaça negra e um tornado produzido pelas chamas.
De repente, senti uma sensação suave abaixo dos meus pés.
Afastei-me, meus pés tremendo.
Era um urso felpudo, meio queimado e derretido.
Naquele momento, a terra tremeu, uma voz rosnada reverberou.
Metais enormes estavam rangendo um ao outro, uma voz que era como rangendo.
O dono da voz lentamente exibiu sua aparência do outro lado da fumaça e da chama.
Tinha três pescoços, contorcendo-se com flexibilidade no ar.
Olhos frios e brilhantes, com baba de lava escorrendo da boca avermelhada.

Um dragão de três cabeças.

Mesmo que eu quisesse gritar, a voz não saiu.
Terror, raiva e tristeza, impaciência, choque, tudo se misturava,
Um impulso que era difícil de descrever corria dentro do meu corpo,
Estava querendo desesperadamente liberar isso de dentro de mim.
Assim eu iria quebrar.
Eu iria quebrar.
Eu desmoronaria.
Se eu não gritar.
Com toda a força do meu corpo, eu abri minha boca.

“NÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO--”

Como se vomitasse tudo, um grito saiu.

--------------------------
--------------------------
--------------------------
--------------------------
Tradutor: Ascherit
Revisor: Ascherit