Black Bullet | Vol 1 - Cap 3 (Parte 1)

 







Black Bullet
Volume 01 - Capítulo 03 (Parte 01)

-Parte 1-

A primeira coisa que Rentaro ouviu foi um som de arranhar. Ele se sentia como se estivesse envolto em algo muito macio. Estava quente e confortável. Então, o cheiro forte de remédio perfurou a membrana de seu nariz. Ele sentiu uma luz fraca do outro lado de sua pálpebra. Um gosto amargo permaneceu em sua boca e ele fez uma careta.

Ele voltou à consciência com a sensação de estar rastejando no fundo de um pântano. Ele ainda estava surpreso por estar consciente. Ele tentou abrir os olhos, mas suas pálpebras estavam tão pesadas que elas apenas piscaram. Depois de um tempo, ele podia ver o teto confuso. Ao contrário do teto de madeira em seu apartamento, este era um teto branco-azulado. Ele estava deitado em uma cama.

Kisara entrou em sua linha de visão. Ela estava usando seu Miwa, uniforme da academia e seus olhos estavam úmidos quando olhou para Rentaro. Ele podia sentir o cheiro de shampoo vindo das pontas do cabelo de Kisara que faziam cócegas em seu nariz. Era de um preto tão profundo e brilhante que parecia tingido de verde. Achando-a bonita, Rentaro a fitou por um momento, com a cabeça ainda confusa.

"Ei, Kisara." Ele tentou fazer soar o mais pacífico possível.

Kisara apertou os olhos com força e mordeu o lábio, as pálpebras tremendo, finalmente sorrindo sinceramente com os olhos marejados. "Bem-vindo de volta, Satomi."

Rentaro sorriu ironicamente. "Este é o paraíso?"

"Ainda é o inferno, seu idiota."

Rentaro olhou para a mesinha lateral. "Você descascou uma maçã e cortou para mim?"

Kisara enxugou os olhos na manga. "Você quer um pouco?"

“Não, embora eu ache que não comi nada, realmente não sinto fome.” Forçando seu corpo incômodo a virar a cabeça, ele olhou pela janela e viu que o céu havia clareado e uma lua crescente estava espreitando para eles.

Rentaro voltou-se para Kisara. "Quanto tempo eu dormi?"

“Um dia inteiro e cerca de três horas. Foi uma grande operação. O médico estava prestes a desistir. Mas no final, seu coração começou a bater. Você não desistiu de viver. Você fez bem." Kisara traçou o peito de Rentaro com o dedo indicador e bateu duas vezes acima do coração. O coração de Rentaro disparou um pouco.

Enquanto ele tentava forçar a parte superior do corpo para cima, Kisara o segurou, mas quando Rentaro balançou a cabeça levemente, ela não tentou mais impedi-lo. Ele verificou se estava com o braço e a perna direitos e tocou suavemente o olho esquerdo.

“Você realmente deveria estar descansando agora”, disse Kisara.

"Kisara, como você sabia para onde eu fui levado?" perguntou Rentaro.

"Por causa disso." Dizendo isso, ela enfiou a mão na bolsa e puxou a arma de Rentaro. A parada do slide foi levantada e a trava do slide, colocada. Era seu XD na posição "manter aberto". Se ele se lembrava corretamente, ele havia deixado cair durante a luta. “Isso havia caído próximo ao rio. É por isso que pensei que talvez você estivesse rio abaixo, então procuramos lá.”

Ele finalmente entendeu a razão de estar vivo. Rentaro abriu e fechou a mão para se certificar de que tudo estava funcionando. De repente, ele percebeu que Kisara estava olhando para ele atentamente.

“Muita coisa aconteceu enquanto você dormia, Satomi”, disse ela. "Hmm... Por onde devo começar?" Kisara ergueu o queixo lindamente enquanto forçava a boca em um sorriso. "Podemos morrer em breve." "O que?" disse Rentaro.

“Mais precisamente, todos os residentes da área de Tóquio podem morrer em breve.”

"Não me diga que Kagetane Hiruko é..."

“Todos os representantes dos oficiais civis foram apenas reunidos e contados a verdade por trás deste trabalho. Ouça com calma. Dentro dessa caixa está um catalisador de algum tipo que pode convocar um Gastrea de Estágio Cinco.”

Ele não conseguiu reagir imediatamente. Antes que ele percebesse, sua palma estava úmida de suor. "Estágio cinco - como o Gastrea que destruiu o mundo... certo?"

"O que mais está lá?"

Entendo. É por isso que haveria uma Grande Extinção... Em voz alta, Rentaro disse: "Mas Kisara, não há como alguém ser capaz de simplesmente invocar um Estágio Cinco!"

"É possível. Foi a primeira vez que ouvi falar disso também. Aparentemente, alguém importante da facção Seitenshi estava encobrindo isso.” Rentaro estalou a língua quando uma imagem da Seitenshi e Kikunojo veio à mente. É por isso que ele odiava pessoas com autoridade. "Por favor, continue."

“Todos os representantes dos oficiais civis foram corajosos”, disse Kisara. “Ninguém desmaiou ou entrou em pânico, e apenas algumas pessoas correram para a pia. O resto ficou quieto.” Rentaro não disse nada.

“Ouvi de Enju que você lutou contra Kagetane Hiruko. Como foi isso?"

"Ele é muito forte... Ele não é humano."

“O grupo do Seitenshi nos deu informações sobre eles. Promotor Kagetane Hiruko. Aparentemente, seu campo de repulsão pode repelir balas de rifle antitanque e parar a bola de ferro no final das gruas usadas na construção. Sua iniciadora é Kohina Hiruko. Ela é uma Modelo Louva-a-deus - em outras palavras, ela é uma Iniciadora com os genes de um louva-a-deus, e com lâminas longas o suficiente, ela é invencível em uma luta corpo-a-corpo. Este par teve sua licença revogada porque causaram muitos problemas, mas antes disso, seu IP Rank era 134°. Você tem sorte de estar vivo.”

“Eles foram classificados em 134°?!” Os olhos de Rentaro se arregalaram. Não admira que eles fossem loucamente fortes. Foi a primeira vez que ele viu um par de tão alto escalão com seus próprios olhos. Ele pensou novamente que era incrível que ele ainda estivesse vivo.

“Kagetane Hiruko e Kohina correram para o Território Inexplorado fora dos Monólitos e estão se preparando para chamar o Estágio Cinco para a Área de Tóquio. O governo está liderando planos para uma operação em grande escala.”

“Não consigo acreditar em tudo o que aconteceu enquanto eu dormia...” De repente, os dois pararam de falar e ficaram envoltos na quietude da noite.

Os olhos de Kisara se estreitaram bruscamente. "Agora, Enju, não é hora de você sair?"

"Hã? Enju?!”

"Bastardo pervertido!" Rentaro ouviu a voz de Enju por perto. Naquele momento, o cobertor da cama de Rentaro foi levantado e Enju apareceu. Rentaro foi o que ficou mais assustado de todos.

"Uau, ei... sua pequena... não me diga que você estava ai o tempo todo...?"

“Eu dormi perto de você o tempo todo. E eu ouvi tudo. Eu ouvi sua voz apaixonada. O que há de tão bom em Kisara, afinal? Kisara é apenas um par de seios!"

Kisara fez uma cara de nojo por ser chamada de par de seios.

“De qualquer forma, eu estava em coma até agora”, disse Rentaro. "Não acredito que você conseguiu dormir assim ao meu lado."

Enju ergueu a cabeça com orgulho. “É porque as enfermeiras e o médico eram idiotas.”

“Eu não estava perguntando sobre sua metodologia. Não rasteje para a minha cama. Pelo menos me deixe descansar enquanto estou em coma."

"Não é da sua conta onde eu durmo."

"Ei, sua pequena..."

"Rentaro," Kisara interrompeu. "Você não tem algo mais importante para dizer a Enju?"

Rentaro fez uma pausa. "Isso mesmo, sinto muito por dar a você esse pedido."

Um braço enrolado com força no pescoço de Rentaro. Silenciosamente, Rentaro abraçou o corpo magro de Enju de volta. "Eu sou um fracasso como guardião, hein?"

"Completamente. Você está completamente desesperado como guardião.” Ao contrário do que ela disse, Enju parecia que estava prestes a chorar. "Você sabe como me senti quando pensei que você estava prestes a morrer...?"

Rentaro deu um tapinha no ombro de Enju para confortá-la. "Eu realmente sinto muito…"

Naquele momento, o celular de Kisara tocou. Seu toque era de Ravel’s Pavane for a Dead Princess. Depois de dizer algumas palavras, Kisara deu o telefone para Rentaro.

*N/R: Deixei em ingles nome porque é de uma musica, e não se traduz nome de musicas...*

"Satomi, sou eu."

Rentaro olhou surpreso para o telefone por um breve momento.

"O que você quer agora, Lady Seitenshi?" disse Rentaro.

“Satomi, a perseguição de Kagetane Hiruko começou,” a Seitenshi o informou. “Muitos oficiais civis estão participando desta, a maior operação do gênero até hoje. Lamento pedir isso enquanto você ainda está se recuperando, mas gostaria que participasse desta operação.”

“Há uma coisa que eu quero perguntar. Aquele homem, Kagetane Hiruko, é ...”

"Tenho certeza de que você já ouviu algumas coisas do Presidente Tendo, mas há dez anos ele matou muitos funcionários de um hospital do governo e desertou. Na confusão que se seguiu à guerra, ele mudou de nome e tornou-se oficial civil. Nós, o governo, estávamos encobrindo o fato de que ele desertou.”

Rentaro agarrou o celular com tanta força que quase o esmagou. "Por que você não tomou nenhuma contra-medida contra ele?"

“Satomi, o Projeto de Criação da Nova Humanidade é um projeto que não existe. Um soldado que não existiu não pode desertar.”

"Que diabos?! Você sabe quantas pessoas ele matou? É tudo culpa sua! Por que devo limpar depois da sua bagunça? Como diabos eu vou!"

“Satomi, se você não lutar agora, muito mais pessoas morrerão.
Seus queridos amigos, as pessoas que você ama. Você poderia suportar isso?" Rentaro escondeu o rosto nas mãos e balançou a cabeça fracamente.

"Por quê…? Por que eu…?"

“Você o conhece melhor. Você é o único que pode parar
Kagetane Hiruko.”

Rentaro respirou fundo. "Tudo bem. Mas eu não estou fazendo isso por vocês. Não se esqueça disso.”

"Está bem. Boa sorte, Satomi.”

Rentaro encerrou a ligação e jogou o telefone de volta para Kisara. Ele sentiu como se seu braço estivesse sendo puxado por alguma coisa e, olhando pelo travesseiro, viu vários números de sinais vitais. Rentaro verificou se não iria soar o alarme e, em seguida, desligou-o, retirando os eletrodos e as agulhas um por um.

Quando ele tocou suas feridas, ele fez uma careta de dor intensa, mas ele poderia fazer isso de alguma forma. Provavelmente foi graças aos últimos tratamentos que recebeu na UTI. No topo de suas feridas havia adesivos de recuperação para promover uma cura rápida, então, enquanto ele levasse as coisas com calma, ele viveria. Verificando se era seu próprio uniforme na sacola de papel na prateleira, ele tirou a roupa do hospital e começou a se trocar. Kisara corou e o chamou de idiota antes de virar as costas para ele.

"Satomi, você pode vencer?" ela perguntou.

“Não posso perder”, disse ele. "Você morrerá."

“Estou preparado para isso.”

Rentaro ouviu um som quando Kisara mordeu o lábio com força nas costas dele. "Você vai ir?" ela disse. “Somos eu e Enju, e nós três juntos formamos a Agência de Segurança Civil Tendo. Não é bom o suficiente?"

Rentaro fez uma pausa. “Desculpa, Kisara. EU…"

"Está tudo bem. Eu não vou te perguntar mais. Há algo que está me incomodando também, então irei investigar isso. Quando Kagetane Hiruko saiu dos Monólitos para invocar o Estágio Cinco, a informação quase vazou para alguns dos meios de comunicação. A Seitenshi administrou as informações rapidamente e por pouco não as interrompeu. Vou examinar este assunto um pouco mais."

Rentaro achou aquilo estranho enquanto apertava a gravata. Se um Estágio Cinco estava prestes a tomar a Área de Tóquio, na pior das hipóteses, isso poderia significar que toda a Área de Tóquio seria destruída. Se essa notícia fosse transmitida, os cidadãos comuns provavelmente entrariam em pânico. Ajudaria alguém ter essa informação? Ainda havia um trunfo escondido em algum lugar depois de tudo isso?

Rentaro anunciou que havia terminado de se trocar.

Endireitando-se, Kisara jogou seu cabelo preto, a lua atrás dela. “Esta é uma ordem de sua chefe. Esmague o par KagetaneKohina e impeça-os de chamar o Gastrea de Estágio Cinco. Satomi, preciso que você trabalhe cem vezes mais duro do que já trabalhou para mim. E vou trabalhar mil vezes mais do que já trabalhei, por você."
“Definitivamente vou impedi-los,” disse Rentaro com firmeza. "Eu farei isso por você também!"

--------------------------
--------------------------
--------------------------
--------------------------
Tradutor: Ascherit
Revisor: Ascherit