Shinmai Maou no Testament | Vol 12 - Cap 2 (Parte 2)



CAPÍTULO 2: ACREDITO QUE TODO DIA possa ser FELIZ (parte 2)

Parte 11
Toujou Basara observou Hasegawa e Zest tirarem suas roupas antes de parar até cerca da metade. 
Seus belos corpos vestidos com lingerie sexy estavam à mostra enquanto elas tiravam suas roupas. 
Entre as meninas com quem Basara fez o voto de mestre-servo, Hasegawa e Zest são as duas com maior sensualidade adulta.
Enquanto fazem sexo com Basara repetidamente, seus seios já grandes crescem ainda mais e suas nádegas assumem uma forma lasciva também. 
A aparência de Zest e Hasegawa poderia facilmente prender os homens. 
"--- O que vocês estão planejando fazer?"
Basara perguntou um pouco surpreso.
"Contenção é veneno para o corpo..."
Hasegawa disse, enquanto ela sorria sedutoramente. 
"Nós somos suas servas... Nós não podemos fazer nada desse tipo para você"
"O que você quer dizer com isso-"
“Depois de fazer o voto de mestre-servo, Basara-sama e nós também recebemos uma grande expansão em nossos poderes”
Disse Zest. 
Contudo, 
“A base do nosso voto… é a magia das súcubos”
“- Dito isto, todos os votos estão vinculados somente a você”
Hasegawa disse.
“Mas, para sempre responder aos seus desejos, crescemos e nos tornamos cada vez mais indecentes. É nisso que nos tornamos, verdadeiras escravas sexuais ”
“Também Basara-sama…. você fez o voto com todas nós seis ”
Assim, Zest disse,
"Seis votos com o poder das súcubos... Bem, é claro que, como mestre, você pode não ter a maldição"
"Mas seu desejo sexual deve ser muito maior do que antes"
Embora fosse especulação da parte de Hasegawa, era provável que fosse verdade.
"...Então, você percebeu isso"
Basara suspirou enquanto olhava para o teto.
O palpite de Hasegawa estava correto.
Ao vincular o voto de servo-mestre com as meninas, o estado de desejo dentro de Basara cresceu e, atualmente, sem sentido, ele se esvaiu.
Essa era a razão do sexo animalesco todas as noites, apesar de todas as meninas já estarem grávidas.
"Desculpe, acabei incomodando todas vocês..."
"Este é o resultado do voto que queríamos... Não há necessidade de pedir desculpas"
“Por favor, não se preocupe. Estamos felizes em sermos procuradas por você ”
Basara olhou para Hasegawa e Zest com olhos de desculpas. Ainda vestindo sua lingerie sexy, elas lentamente se aproximaram de Basara com um sorriso gentil no rosto. 
“Embora elas saibam que você mora conosco, elas ainda se confessam a você. E também são todas garotas bonitas, não são?
“Essas garotas confessam a você com as bochechas vermelhas e os olhos lacrimejantes, certamente não pode ser visto como outra coisa senão convidativo”
"Você é excelente Basara-sama... Você sempre as rejeita gentilmente como um cavalheiro"
"Certamente isso exige uma grande força mental, uma que exige que você suprima seus desejos..."
Hasegawa disse.
"Em resumo, você deve estar bastante frustrado... Você realmente sempre se esforça demais"
"..."
O silêncio de Basara mostrou que as palavras de Hasegawa não estavam erradas.
Assim - ao lado de um cheiro doce, um calor suave envolveu Basara.
Hasegawa e Zest estavam se aproximando para que pudessem se aconchegar com ele. 
“Nós não dissemos? Pertencemos a você... Portanto, não há necessidade de se preocupar ou se segurar ao nosso redor ”
"É bom você ceder aos seus instintos e nos levar sem hesitar, Basara-sama"
De uma distância tão próxima que a respiração delas pudesse tocá-lo, as duas sussurraram com suas vozes molhadas. 
Quando havia outros por perto, Hasegawa se apresentava como adulta - professora.
- Mas as expressões delas agora eram completamente o oposto disso.
Eram os rostos das escravas sexuais que queriam fazer sexo obsceno e que permitiam que Basara fizesse qualquer coisa com elas. 
Foi nesse momento que as duas falaram muito sedutoramente,
"Seja fiel aos seus desejos... Se você estiver com problemas, venha até nós"
"Nós curaremos todas as dores de Basara-sama"
"-"
Toujou Basara se entregou às suas palavras e abandonou sua razão.
Ele liberou seu desejo sexual de continuar reprimindo e o dirigiu a Hasegawa e Zest.
Assim, instantaneamente, a marca do voto de mestre-servo apareceu nelas,
"Aah... mm, haah... Basara-sama ♥"
"Mmm... haah ♥ Fufu… Bem, então, venha aqui ”
Com os olhos completamente cheios de luxúria, Hasegawa e Zest convidaram Basara para a cama.
"...Você se importa se tirarmos suas roupas?"
"Sim... por favor faça isso"
Aceitando o pedido de Hasegawa, Basara deixou que ela e Zest tirassem suas roupas, deixando-o apenas de cueca. 
"Aah... Basara-sama, incrível... Você já está tão grande"
Zest falou com os olhos extasiados. Seus olhos estavam focados na virilha de Basara. 
Sua virilha estava tão inchada que estava prestes a romper sua boxer. 
Assim, Basara juntou-se a Hasegawa e Zest na cama. 
Como a cama era originalmente destinada a uma pessoa, o peso de três pessoas nela fazia ranger. 
No entanto, foi capaz de lidar com o peso de Basara e as duas meninas. 
"Venha agora Basara... descanse sua cabeça aqui"
Ajoelhada na cabeceira da cama, Hasegawa apontou para as coxas, convidando-o a colocar a cabeça no colo dela. Entregando-se a seu convite, Basara colocou a cabeça no colo dela, e a suavidade de seu estômago encontrou a parte de trás da cabeça dele.  
Basara foi instantaneamente envolvido sob os seios grandes de Hasegawa enquanto eles o  deixavam fora do campo de visão. 
"Tenho certeza que você está com sede depois do almoço..."
Com um sorriso sedutor, Hasegawa abaixou a metade superior do corpo para ele. 
Então, o mamilo do seio esquerdo de Hasegawa se aproximou da boca de Basara. 
"——-"
Nesse estado lascivo, os mamilos de Hasegawa estavam eretos ao máximo. 
eles tremeram um pouco, como se estivessem combinando com a batida do coração de Hasegawa.
E então - um líquido branco derramou de suas pontas.
Basara sabia exatamente o que era esse líquido.
Como resultado, Basara encontrou os mamilos de Hasegawa com os lábios. 
"....Hum, chuu"
Ele levou os dois para a boca e chupou. Com isso, uma grande quantidade de leite transbordou dos seios de Hasegawa, espalhando-se pela boca de Basara. Hasegawa observou enquanto ele engolia com os movimentos da garganta visíveis. 
"Mm... haah, mm... Isso mesmo, Basara... beba, mais... haaaah ♥"
O corpo de Hasegawa começou a tremer devido à sensação de lactação e à amamentação lasciva. 
Naquele momento, a cuecar de Basara já havia sido removida por Zest. 
E então, Zest olhou diretamente para o pênis de Basara com os olhos cheios do calor da sensualidade.
"Então, eu vou tomar um pouco de leite do pênis de Basara-sama"
Com isso dito, ela pegou o pênis de Basara entre os seios castanhos, enquanto esfregava os seios macios para cima e para baixo, estendeu a língua para lamber a ponta.
"Aaah... mm, chuu... Basara-sama... lambe, mm... chuu ♥"
Basara recebeu prazer do paizuri-fellatio lascivo de Zest e, por causa disso, começou a chupar com mais força os mamilos de Hasegawa. 
*NOTA/R: Paizuri = Espanhola.*
"Não... tão forte... aaaaaaaaaaah ♥"
Hasegawa tremeu e soltou um gemido doce devido ao repentino prazer que surgiu dentro dela. 
Ao mesmo tempo, não era apenas a partir do seio esquerdo que Basara estava chupando, mas o leite começou a jorrar lascivamente do seio direito. Foi a reação de uma mulher que está no clímax indecente enquanto está cheia de leite materno dentro dela. 
Para conter seu nível de clímax, Basara soltou o peito com a boca e, naquele momento, o leite escorreu da ponta do mamilo. 
"Ah... haah... ahh... mm ♥"
Na doce reverberação, Hasegawa fez uma expressão de prazer. 
Zest vendo o estado lascivo de Hasegawa, ficou todo excitada com a sensualidade. 
"Haah, mm... hmm ♥ Chupu... lambe, nchuu... chupu ♥"
Enquanto executava paizuri, ela levou a ponta do pênis de Basara na boca. O fellatio que originalmente estava apenas lambendo se intensificou instantaneamente. 
Zest balançou a cabeça para cima e para baixo, continuando a lamber o pênis de Basara de maneira lasciva enquanto ele estava envolto em sua boca. 
Devido ao voto lascivo de mestre-servo, Zest e os corpos das outras meninas haviam se transformado completamente para facilitar a ejaculação de Basara. Portanto, não eram apenas a vagina e a bunda, mas a boca também se transformara em um esplêndido dispositivo sexual.
"….Zest…. Eu vou... ah... aaah! ”
À medida que o prazer de Basara aumentou, ele entrou indecentemente na boca de Zest.
"Nnfuuu~~~~ ♥ mm, Nfuu... mmm ♥"
Foi Zest quem trabalhou duro para beber cada gota do sêmen de Basara, mas devido ao voto de mestre-servo, o ato de ter a ejaculação carregada de Basara foi suficiente para enviá-la para o clímax...
Como tal, para garantir que Zest não se afogasse em sêmen, Basara agarrou o queixo com a mão direita e levantou a cabeça, fazendo-a soltar o pênis da boca. 
No entanto, Zest, uma empregada leal que havia crescido em sua luxúria, havia alcançado o voto de mestre-servo. Como sua boca foi tirada do pênis de Basara que ainda estava ejacular, ela pegou todo o sêmen no rosto e nos seios. 
"Mm, mm... chupu, ah, aaaaaaah ♥"
Banhada em um monte de esperma de Basara, a pele escura de Zest estava tingida de branco, e nessa alegria ela soltou uma voz que parecia intoxicada quando seu corpo tremia levemente.
Ver sua aparência lasciva fez com que o pênis de Basara ficasse ereto mais uma vez. 
"Fufu... Incrível, Basara-sama, você acabou de gozar, mas você já está grande novamente ... Nchuu"
Com um rosto sedutor coberto no sêmen de Basara, Zest inclinou-se para dar um beijo lascivo na ponta do pênis de Basara.
De repente, um som elétrico ecoou pela enfermaria.
Era o telefone na mesa de Hasegawa.
"Oh meu Deus, que momento ruim..."
Hasegawa suspirou quando começou a se levantar da cama. 
“Não, Chisato-san, fique aí, deixe comigo”
Cumprindo seu dever como empregada doméstica, Zest foi até a mesa antes que Hasegawa pudesse.
Mesmo que ela estivesse andando normalmente, o olhar de Zest por trás, descalça com a bunda tremendo naturalmente, era o mais lascivo.
"-"
Ele queria persegui-la e penetrá-la enquanto ela estava ao telefone... Ou pelo menos esse era o pensamento na mente de Basara. 
"Fufu... Acabamos de lhe dizer Basara, você deve ser mais honesto com seus desejos."
Hasegawa falou baixinho em seus ouvidos por trás dele, num tom para matar seu raciocínio. 
“Faça o que você deseja. É isso que Zest também quer ”
Zest recebeu a ligação do telefone fixo na mesa de Hasegawa, usada para ligações dentro do prédio.
E então, ela trouxe ao ouvido,
“Sim, esta é a enfermaria”
"Eh...  é Hasegawa-sensei?"
Havia uma voz confusa do outro lado da linha.
Era uma voz com a qual Zest estava familiarizado.
“Isso é... Morino-sensei? Boa tarde, é Steward-sensei ”
Ela percebeu que a voz do outro lado do telefone pertence a Morino Miki, professor da 1F. O fato de Zest estar freqüentemente na enfermaria almoçando com Hasegawa é algo que muitos dos professores e alunos conhecem. 
"Hum, Hasegawa-sensei está aí?"
"Agora, Chisato-san está um pouco..."
Na pergunta de Morino, Zest olhou ao redor, olhando nessa direção com um sorriso.
"——-"
De repente, prendeu a respiração.
Ela pensou que eles estavam na cama, mas Hasegawa e Basara estavam logo atrás dela.
“A propósito, você me ligou antes, não foi? Sinto muito, sou eu quem tinha algo para falar com você, mas deixei minha mesa um pouco ”
Morino se desculpou por terem sentido falta um do outro quando Zest a estava procurando mais cedo,
*NOTA/R: To meio confuso porque não sei exatamente o "sexo" de Morino, então acho que vou manter no feminino, até pesquisei sobre, mas não encontrei nada. Apesar do nome que da a entender que seja homem, eu acho que é mulher*
"——-"
Os olhos de Basara encontraram os dela - e, dessa forma, ele passou o braço esquerdo pela cintura dela.
Foi nesse momento que ele a segurou e começou a acariciar seus seios.
"Não-- haah... aah... ♥"
Incapaz de se segurar, Zest soltou um gemido doce e largou o telefone da mão.
No entanto, antes que caísse no chão, Hasegawa a pegou e colocou de novo na orelha de Zest.
“Steward-sensei? Algo está errado?"
Ao mesmo tempo que a pergunta, Hasegawa sussurrou em seu outro ouvido,
"(Zest, parece que Basara quer fazer com você enquanto você está ao telefone... apenas continue falando)"
Nesse sussurro, Zest olhou para Basara com surpresa nos olhos.
Basara - fez uma careta mostrando o que Hasegawa havia dito a Zest era realmente a verdade.
Então Zest sorriu sedutoramente e lentamente começou a formar suas palavras.
Então,
"Morino-sensei... por favor, aguarde um pouco"
Como ela disse isso para Morino, do outro lado do telefone, Zest mudou-se com Basara e o telefone para o sofá, como estava sendo segurado por Hasegawa. Como o cabo não era longo o suficiente, apesar de removerem o conector da tomada, eles conseguiram permanecer conectados a Morino graças aos poderes de Hasegawa.
"Sinto muito por mantê-la esperando... Sobre o que você gostaria de falar?"
Depois de retomar a ligação com Morino novamente, Zest estava no sofá, imprensada entre Hasegawa e Basara.
"(...Tudo bem, vá em frente)"
O Zest abriu as pernas, expondo indecentemente sua virilha. 
"-"
Basara, que está bem na frente dela, mantinha seu pênis ereto, tremendo ao ver a mancha molhada de Zest. Com isso, ele empurrou para o local que ele desejava.
“Quando estávamos usando tablets durante a aula, ela… estava navegando por vídeos pornográficos”
"... Aaah... um vídeo pornográfico, era... mm ♥"
Zest, que tinha Hasegawa acariciando-a por trás, podia sentir-se confusa, mas fez o possível para conter os gemidos enquanto respondia. então, o pênis de Basara começou a empurrar dentro de sua vagina. 
“Isso mesmo ... E quando eu disse a ela para me ver na sala dos professores durante o intervalo do almoço, ela nem tentou vir. Pensei que poderia vê-la na sala de aula, mas ela não estava em lugar nenhum ”
"Isso é... ah, haaaaaaaah ♥"
"Eu-algo está errado?"
Morino ficou surpresa com a súbita mudança de tom, mas Zest não estava ouvindo.
Com essa situação depravada e sensual, o pênis de Basara a penetrou todo o caminho até sua base a fez gozar.
"(Zest, Basara ainda não está satisfeito... Pelo menos continue até que ele esteja)"
Você pode fazer certo? Hasegawa perguntou.
"Ah, aaah... haah… S-s…. Sinto muito... Morino-sensei.... Eu pensei ter ouvido algo atrás de mim… mm ♥ ”
Ela disse, com os olhos vidrados olhando sensualmente para Basara.
"Então... por favor, não se preocupe e continue... ♥"
A pedido dela,
"-"
Sem dizer uma palavra, Basara começou a empurrar.
Então, Zest fez 'malabarismo' fazendo sexo com Basara enquanto conversava com Morino ao telefone,
O pênis grosso de Basara esfregou lascivamente contra suas paredes vaginais internas.
"Naruse-san também costuma ir à enfermaria, ela está ai hoje?"
"Ela parece uma garota boa e brilhante... Há algo errado em casa?"
"Até onde eu entendo, ela mora com Toujou-kun a partir do segundo ano também, há algo acontecendo em casa?"
Como todas as perguntas que continuavam chegando,
"Mm... isso é... isso é... haaah ♥"
Enquanto deixava os prazeres trazidos por Basara e Hasegawa derreter sua mente, ela continuava respondendo as perguntas uma a uma.  
E então, com como ela admiravelmente continuava falando com Morino, o pênis de Basara que empurrava dentro dela começou a crescer. 
"(....Zest, só mais um pouco, eu vou em breve...!)"
Basara disse, anunciando como ele viria.
"A, ah... por favor…. vá em frente… ♥ ”
"Eh? de repente... O que há de errado? ”
Por um momento, ela esqueceu que estava no telefone e disse palavras que não se encaixavam na cadeia da conversa, deixando Morino confuso do outro lado do telefone.
“N, não... não é nada…. haah… mm… ♥ ”
Sua voz tentando desesperadamente mentir, já parecia molhada. 
"...Steward-sensei, eu estive um pouco preocupada desde antes, mas"
Poderia ser.
“Você está na enfermaria porque não está bem? Me desculpe... por demorar tanto tempo, deite-se em uma das camas e descanse ”
Hasegawa ouviu a sugestão de Morino pelo telefone. 
"(O que você gostaria de fazer? Você gostaria de se deitar como ela sugeriu?)"
Ela sussurrou com um sorriso travesso, enquanto Basara estava olhando para ela.
Portanto,
"N-Não... eu estou bem, mm... Então, assim... ♥"
Diante dela, Basara instantaneamente - imediatamente, ele respondeu a Zest.
Foi naquele exato momento; ele empurrou e descarregou um Creampie nela.
- O útero aberto dela foi banhado pelo calor de sua carga de sêmen.
Ela foi incapaz de segurar sua voz devido ao doce clímax que veio disso. 
"Ah, aaaaaaaaah ~~~ ♥"
O clímax intenso de Zest a fez soltar um gemido vindo do fundo de sua garganta. 
Hasegawa Chisato viu Zest gozar diante de seus olhos. 
E depois,
“Olá, você ainda está aí, Steward-sensei? Você está bem?!"
Tomando o telefone que tinha a voz preocupada vindo do outro lado para seus ouvidos,
“Olá, Morino-sensei... Este é Hasegawa-sensei. Acabei de voltar e coloquei minhas mãos no ombro de Zest e a surpreendi enquanto ela estava ao telefone.
“Hasegawa-sensei? Eu-é assim? Steward-sensei está bem?
"Sim, ela está bem..."
Com isso dito, Hasegawa olhou para Zest mais uma vez.
Então, 
“…Ah, mm… aah…. aah… mm… ♥ ”
O corpo de Zest tremia com o prazer de ter atingido um clímax intenso e de ter sido creampied. 
*NOTA/R: Ceampie = Gozar dentro*
Seus olhos, molhados de sensualidade, não conseguiam mais se concentrar.
"Parece que ela perdeu a consciência, mas... Ela deve ficar bem com um pouco de descanso"
Assim como Hasegawa disse isso, 
Basara puxou seu pênis de dentro de Zest.
Apesar de vir duas grandes cargas, o pênis de Basara permaneceu ereto. 
"-"
Basara então lentamente olhou para ela. 
E, ao mesmo tempo, Hasegawa podia sentir um doce formigamento da vagina até o útero,
"Mm... aah, haah... ahh... fufu ♥"
Ela sorriu sedutoramente quando seu local secreto ficou molhado.
O efeito afrodisíaco da ativação do voto de mestre-servo significou que Basara quer fazer sexo com Hasegawa.
E nesse caso - Hasegawa não tinha outra opção senão fazer sexo com Basara. 
…Em qualquer caso.
Não havia necessidade do efeito do voto de mestre-servo. Só de ver Basara e Zest fazendo sexo na frente dela, Hasegawa já estava excitada.
Isso fez com que seu peito batesse lascivamente 
"Aah... mm... Enfim, você ligou para minha sala porque tem algo que precisa de mim, certo?"
"Não é... só estou me perguntando se alguém da minha classe pode estar incomodando você"
“Alguém da 1F? Quem você quer dizer?"
Enquanto ela continuava falando ao telefone, ela começou a se mover em direção à cama.
Como Zest agora estava descansando, ela não conseguiu responder ao desejo de Basara.
Com isso,
“Naruse Maria. Ela costuma ir à enfermaria ”
"Aah, mas eu não a vi hoje... O que está acontecendo com Maria?"
"Não, é só que... Ah, mas é verdade, você mora com ela também, Hasegawa-sensei?"
"Sim... Desde abril"
"...Eu estou pensando, como ela está em casa?"
"Fufu... O que você está pensando?"
Enquanto continuava a conversa com Morino, Hasegawa se deitou na cama e abriu as pernas, expondo seu local secreto derretendo. 
"Eu não estou preocupada, é só, ela é uma boa garota, mas... ela parece estar bem, porque gosta demais de coisas obscenas"
Morino disse com vergonha.
"-"
Basara, deixando Zest descansar no sofá, começou a se aproximar de Hasegawa. 
Com o pênis viril de pé, ereto; ainda úmida dos restos de Zest, as gotas brancas caíam enquanto Basara caminhava, sujando lascivamente o chão da enfermaria.
E depois,
“Claro, considerando a idade dela, acho natural que ela se interesse. Mas acho que o nível dela é um pouco demais... ”
No momento que Morino disse, Basara estava diante dos olhos de Hasegawa. 
Ele então começou a empurrar a ponta do pênis para o local secreto dela,
"Mm... Morino-sensei, você está ocupada depois disso...?"
Ela não conseguiu segurar o tremor de seu corpo enquanto falava com Morino,
"...Eu não tenho aulas no quinto período, então não em particular"
Então, Hasegawa sentindo uma felicidade indecente no peito com a resposta de Morino,
“Nesse caso... tenho certeza que você tem muito a dizer, por favor, conte-me como Maria está na aula. Depois vou compartilhar o que sei, talvez saber como ela está em casa possa explicar um pouco as coisas ”
"Tudo bem? Obrigado, estou em dívida com você ”
“Eu não me importo... Mas, na verdade, sou sensível como Zest. Portanto, se você ouvir barulhos estranhos deste lado do telefone, não se surpreenda e desligue ”
"… Ah, tudo bem, eu entendo ”
Embora ela parecesse um pouco confusa, Morino lhe deu entendimento.
Como tal, tudo estava resolvido.
Hasegawa Chisato apoiou o telefone no ombro com o receptor pressionado contra a orelha e passou os braços em volta do pescoço de Basara.
E então, com olhos vidrados, ela falou com seu mestre. 
"...Bem, então, dê para mim também... Todas as coisas que você está escondendo ♥"
No rosto dessa escrava sexual lasciva - havia um sorriso sedutor além da comparação.
Parte 12
Após as atividades extracurriculares da escola ocorrerem, os alunos são dispensados ​​da sala de aula durante o dia.  
Estas eram atividades após as aulas fora das aulas normais... 
Hoje, à medida que o prazo para o festival cultural se aproximasse rapidamente, eles se concentrariam nos preparativos. 
Mesmo após a reunião do conselho estudantil, Naruse Mio continuou trabalhando na sala do conselho estudantil. 
Ela estava atualizando o status das tarefas de cada grupo enquanto observava as notas resumidas da reunião de hoje para garantir que não houvesse problemas com o progresso geral dos cronogramas. 
Exibido no PC, havia uma programação feita usando o software do escritório. 
Isso facilitou o resumo de todas as tarefas em um só lugar para cada grupo, além da codificação por cores dos principais objetivos. 
Mio estava trabalhando usando um mouse e teclado. 
"...Tudo bem, agora terminamos"
Depois de atualizar o status de hoje, ela salvou o arquivo. 
Ao fazer uma folha a cada dia, eles foram capazes de comparar o progresso a cada dia. Os backups foram feitos para o caso de as coisas não correrem como planejado. 
E depois,
Uma garota ao lado de Mio olhou para a tela do computador. 
- Obrigado pelo seu trabalho duro, Naruse-san, como está?
Seu brilhante cabelo preto trançado era sua marca registrada.
Com seus olhos fortes, ela exala uma expressão fria e reservada.
Era a presidente do conselho estudantil da Academia Hijirigasaka, Kajiura Rikka.
"Bem, eu acho que bem... veja"
Com isso dito, Mio mostrou a Rikka os dados mais recentes.
—- A partir deste ano, Mio tornou-se membro do conselho estudantil. 
É porque Basara aceitou o convite para participar de Kajiura Rikka, que se tornou presidente do conselho estudantil.
Com a adesão de Basara, a adesão das meninas era algo natural. Basara, Yuki e Mio foram designados para "assuntos gerais" como um trio. Isso os diferencia dos membros regulares dos assuntos gerais. Foi um papel que a Rikka criou com suas próprias responsabilidades e privilégios. Dito isto, não significa que eles não façam o trabalho de assuntos gerais. Maria e Kurumi, sendo os primeiros anos, foram designadas para assuntos gerais. 
Hasegawa foi designado como conselheira do clube; enquanto Zest era um assistente especial para fornecer seu apoio.  
É incomum que a enfermeira da escola seja consultora de clube; mas, aparentemente, durante a reunião, ninguém se opôs a Hasegawa assumir o cargo de consultora de clube do conselho estudantil. Como um clube escolar normal, leva muito tempo fora do horário escolar, e a maioria dos professores gostaria de evitar problemas adicionais. 
Como resultado disso, a justificativa para a participação de Zest como professora de meio período foi porque ela queria entender melhor o Japão. Como ela voluntariava seu tempo por vontade própria, isso não era visto como um problema. 
Bem, mesmo que houvesse um problema, eles poderiam encontrar uma maneira de superar isso.
Em seguida, Celis também participou como intercambista, mas como membro especial do conselho estudantil.
Atualmente, Basara, Yuki, Maria e a vice-presidente Kanou Santa estão tendo uma reunião conjunta com o comitê do anuário e o clube de fotografia. Enquanto isso, Kurumi, Celis e Nanao estavam se reunindo com o comitê de transmissão para finalizar o equipamento de som para o festival cultural e também para lhes dar uma lista de reprodução. 
Hasegawa e Zest disseram que tiveram uma reunião da faculdade, então não puderam comparecer hoje. 
Como tal, fora de Mio, os únicos na sala do conselho estudantil eram Rikka e Takei Touko, que a partir deste ano foram promovidos a secretários. 
- Como Mio e as outras meninas da família Toujou sempre foram direto para casa depois da escola, as atividades do conselho estudantil eram algo novo. 
Elas estão acostumados a ver a escola de sua perspectiva individual, mas como um grupo, eles podem aceitá-la como um coletivo e descobrir coisas novas - ampliar sua perspectiva e a experiência certamente os ajudaria a crescer e a ter mais utilidade para Basara . 
…Mais do que nada.
Como elas não tinham atividades no clube, Mio e as outras foram direto para casa depois da escola. 
No entanto, após o incidente com Shiba, o Reino dos Demônios e o Clã dos Heróis pararam de atacá-los, então eles finalmente puderam provar a vida e a juventude do ensino médio que nunca tiveram.
A participação em clubes era um direito concedido a todos os alunos, para que pudessem ingressar em qualquer outro clube ainda no segundo ano, mas ingressar tarde poderia causar problemas e, além disso, em clubes escolares regulares, meninas e meninos poderiam ser divididos. Como tal, se elas apenas querem ficar com Basara, apenas causam problemas aos outros membros se ingressarem em algum clube cultural sem divisão de gênero pelo qual não tenham interesse real. Considerando seus números, elas poderiam simplesmente criar um novo clube. .
…Contudo.
Elas apenas criavam algo que se encaixava nelas, e não seria muito diferente do tempo em casa. Como tal, ingressar no conselho estudantil parecia a melhor escolha; desde que eles já haviam sido convidados. 
Mio tinha certeza de que elas fizeram a escolha certa. 
Ter dias ocupados em um ambiente calmo e pacífico, sem brigas - essa era a verdade da juventude.
E depois, 
Observando os dados que mostram que eles estão progredindo 40% mais rápido que o ritmo previsto. 
"Incrível... É tão eficiente que é realmente assustador"
Rikka disse com um pouco de surpresa e com preocupação em sua voz. 
"Presidente... você disse a mesma coisa ontem"
Touko disse com um sorriso irônico.
"Bem, acho que minha preocupação nunca desaparecerá completamente. Afinal, tivemos todos os tipos de problemas durante o Festival de Esportes"
"Isso é verdade... Nós realmente incomodamos você então senpai, me desculpe"
Mio disse se desculpando. 
“Não, não é nada para você pedir desculpas. Não é como se nós responsabilizássemos vocês pelo que aconteceu naquela época ”
Rikka disse com um ligeiro pânico em sua voz, enquanto tentava afirmar que ela não tinha culpa nenhuma. 
"Desculpe Naruse-san ... eu realmente não quis sugerir algo assim."
Touko disse em desculpas. 
"Não, eu entendo... Mas com o quão descontrolado Donoue e os outros ficaram, foi definitivamente por nossa causa"
Até o ano passado, Yuki e Mio recebiam o apoio febril de muitos meninos.
Entre eles, Donoue Shohei e Kazumi Kaiji, que estavam respectivamente nas facções Mio e Yuki, e agiram como uma espécie de líder para os meninos. Antes, eles eram apenas barulhentos, mas quando o relacionamento entre Basara, Yuki e Mio foi tornado público, ele se intensificou contra Basara.
A maneira como Mio e Yuki participaram como membros do comitê no festival de esportes trouxe a Basara muitos terceiros anos não qualificados que pioraram as coisas para o comitê. Todas as coisas consideradas embora; os eventos do festival de esportes foram  manipulados por Sakazaki (Ornis). 
Felizmente, ninguém se machucou e o festival de esportes foi capaz de prosseguir, mas quando Rikka, que era vice-presidente na época, viu os tumultos do terceiro ano, ela tentou controlá-los, mas eles não a ouviram. 
Além disso…
Ela ouvira falar de Tachibana; que Rikka estava frustrada por não conseguir unificar todos como uma dos líderes do comitê do festival e que chorara sozinha.  
Para um aluno normal; o evento real em si era real; mas para a presidente do conselho estudantil o período de preparação já era real. Para a séria e responsável Rikka, não ser capaz de subjugar Donoue e os outros deve ter sido difícil para ela suportar. No entanto, ela persistiu, olhando para o que estava à sua frente, independentemente das dificuldades, enquanto lutava até o fim, o festival de esportes acabou sendo um sucesso.
Basara aceitou o convite de Rikka para o conselho estudantil, não por si próprio - não apenas como um meio para melhorarem ainda mais sua vida cotidiana. É porque ele respeita Rikka e quer apoiá-la. 
O mesmo aconteceu com Mio.
Portanto,
"Eu não penso nisso como tentando fazer as pazes para aquela época, mas... Desta vez, vou garantir que este festival cultural seja um sucesso." 
Como membros do conselho estudantil, Rikka e Kanou, elas trabalharão duro para tornar esse festival cultural que permanecerá na memória de todos - esse é o objetivo número um de Basara e Mio.
"Obrigado... Isso é realmente reconfortante"
Rikka disse.
“Para progredir nesse ritmo, é graças a Naruse-san e às outras meninas, bem como a de Toujou-kun”
“Isso não é verdade... Está indo tão bem porque a presidente, você e os outros membros e Takei-san têm trabalhado tanto para preparar tudo isso desde as férias de inverno. ”
De qualquer forma, disse Mio.
"Em última análise, acho que também é graças a Hasegawa-sensei"
Para aprovar a agenda do conselho estudantil, foram necessários todos os tipos de aprovação da escola. A maioria de sua agenda exigia a aprovação do corpo docente, mesmo indo até o diretor. Além disso, acaba tendo que ser educado em reuniões do corpo docente, exigindo mais esforço do que o que um professor normal estaria disposto a dedicar a um clube.   
...Apesar disso.
Hasegawa, que havia sido nomeada consultora do conselho estudantil desde a primavera, conseguiu obter 100% da agenda e pedidos do conselho estudantil sob a administração de Rikka. Pelo que Hasegawa disse, ela não usou nenhum tipo de controle mental, mas como era para Basara, há coisas que ela pode fazer. 
…Eles se sentiram um pouco mal pelos outros membros, mas, 
Desde que Hasegawa recuperou seus poderes de Togami, ela lança uma força silenciosa - capaz de definir o futuro. Não há como um humano normal ir contra ela. 
Em tempos como este, ninguém era mais confiável que Hasegawa. 
"É verdade que Hasegawa-sensei tem sido uma ajuda incrível... Mas Naruse-san, você e os outros também têm sido uma grande ajuda para nós"
Touko disse.
“Os preparativos que fizemos desde as férias de inverno foram mais ou menos apenas planos. Para realizá-las, precisamos de mão-de-obra e, com isso, o potencial aumento de problemas que ocorrem ”. 
"Sim... De fato, aumenta com mais pessoas envolvidas"
Rikka assentiu, 
“No entanto, Naruse-san, você, as outras meninas e Toujou-kun cortariam o problema pela raiz antes que pudesse ser qualquer coisa, e mesmo quando um problema repentino acontece, você responde bem a ele, acredito que é algo que não poderíamos. "
"Isso mesmo - como digo isso, Naruse-san, seu grupo com certeza está determinado"
"Ahaha... Essa é certamente a nossa vantagem." 
Ser capaz de responder a uma situação em constante mudança em tempo real, alcançando os melhores resultados possíveis - essa é uma habilidade que Mio e os outros aperfeiçoaram em suas batalhas de vida ou morte. Com isso, embora não possam dizer que a batalha e a atividade do conselho estudantil são a mesma, para Mio e os outros que nunca desistiram, independentemente de qualquer dor ou dificuldade, os assuntos internos da escola pareciam relativamente simples.
"Mas - mesmo assim, entre nós, o onii-chan é o mais incrível"
Mio, pensando no mestre a quem jurou tudo, falou com paixão nos olhos. 
Basara está sempre pensando no que está além do além, a fim de descobrir o resultado final de qualquer situação. Ele leva em consideração todos os tipos de possibilidades e age para ver as coisas até o fim. Isso supera o que Mio e as outras podiam ver, e a diferença entre eles é evidente. No entanto, apesar de ter tudo sob seu controle, ele decide desempenhar um papel de apoio, deixando Rikka usar sua capacidade como líder do conselho estudantil com facilidade. 
Portanto.
Com Basara sendo do jeito que é, Mio quer apoiá-lo e trabalhar duro para o que ele quer fazer. Como família, como serva, como amante - e também como futura esposa. Não apenas para satisfazer seus desejos sexuais, mas também para tornar tudo o que ele deseja realidade. Esse é o papel de Mio e das outras garotas, o significado de sua existência.
…Sim.
Naruse Mio estava plenamente consciente do tipo de pessoa que ela é. 
- E também, quão especial é Toujou Basara.
Assim - Mio fez uma declaração orgulhosa.
"Tenho certeza de que tudo correrá bem. Afinal, o onii-chan está aqui"
Olhando para Mio, que acredita em Basara de todo o coração, 
"-"
Rikka se encontrou com a respiração suspensa.
É porque Mio estava mostrando a ela um sorriso extremamente sedutor. 
Não era a expressão de uma garota normal do ensino médio - não, não era uma expressão usada por uma pessoa normal.
"-"
Sem perceber, Rikka se viu corando e esfregando as coxas uma na outra.
Com isso,
Ah...
De repente, ela percebeu que Touko, assim como ela, também era cativado pela beleza de Mio.
"..."
Os olhos de Touko que encontraram os de Rikka estavam cheios de confusão, mas misturados com uma umidade para elas.
Elas não conseguiam entender o raciocínio por trás da expressão sedutora de Mio. 
E depois, 
Mio percebeu o que estava acontecendo com Rikka e Touku. 
"O que está errado?"
"N-Não... não é nada"
Com a resposta automática, Rikka rapidamente balançou a cabeça. 
“É só que... Naruse-san, recentemente você e as outras garotas do seu grupo têm isso, como eu digo, como uma aura incrível”
Com isso dito, Rikka olhou para a garota chamada Naruse Mio mais uma vez.
- Ao mesmo tempo, ela foi chamada de princesa pelos meninos, ela era uma beldade da escola. 
Tachibanna sempre achou essa aparência sensata, Mio e as meninas de seu grupo estavam em uma liga diferente.
E então - elas se tornaram mais sexy e mais maduras.
….Mas.
Dizem que elas ficaram ainda mais bonitas recentemente - mas é mais como se elas ficassem ainda mais sedutoras.
Em abril, ela as viu pela primeira vez este ano e percebeu imediatamente que sua impressão sobre elas era completamente diferente de antes. Não eram apenas Mio e Yuki, mas Hasegawa também. 
…E depois.
Mais do que tudo, a aura ao redor de Basara havia mudado.
Mesmo antes, ele tinha essa masculinidade, mas ela podia sentir uma presença digna de Basara, que ela não via há um tempo. Depois de seguir Basara ao conselho estudantil, Maria, Kurumi e Zest, todas tiveram o mesmo tipo de aura incrível que Mio ao seu redor.
Na mesma impressão das meninas que moram na casa de Toujou,
Rikka pensou em como se sentia em relação às meninas que moravam na casa dos Toujou. 
…Certamente.
Rikka tinha certeza disso, sem dúvida alguma que uma coisa grande aconteceu durante as férias de primavera.
- Mas a mudança deles realmente continuou a partir de então.
Desde o primeiro dia do ano, durante a cerimônia de entrada, o início do novo mandato - Mio e as outras meninas só ficaram mais sedutoras.
Basara também começou a exibir uma força como nunca antes, uma espécie de grandeza para ele.
E depois do feriado da Golden Week, Mio e as outras mudaram ainda mais.
- Não apenas a aura ao seu redor, mas também seus corpos. 
O tamanho dos seios aumentou e as curvas dos quadris e bumbum ficaram ainda mais femininas. Especialmente as três com tamanhos de seios já maiores que a média, Mio, Hasegawa e Zest, cresceram para um tamanho incrivelmente grande.
... Adicionando a isso,
Mio também começou a chamar Basara de "onii-chan".
- Quando perguntada sobre isso, parecia que ela o chamava assim antes em casa.
Mas ela estava com vergonha de chamá-lo assim na frente dos outros na escola... Mas ela mudou de idéia e resolveu chamá-lo agora, independentemente de onde e quando, na frente de todos.
…Mas.
Embora haja uma sensação de irmão neles - a maneira como Mio disse "onii-chan" parecia sexual, como um tipo depravado de sedução.
"..."
Rikka e Touko, sem querer, continuaram olhando para ela.
“—Desculpe, eles realmente se destacam né?”
Com um sorriso envergonhado, Mio gentilmente tocou seus seios agora maiores.
"Desculpa"
"M-Mas Naruse-san... eu tenho certeza que deve ser muito difícil encontrar roupas íntimas desse tamanho"
O rosto de Touko estava tão vermelho quanto o de Rikka. 
"Sim, é realmente apenas isso... Mas Hasegawa-sensei sabe onde comprar sutiãs de tamanho grande, então eu tenho feito compras com ela recentemente"
Mio disse.
"Bem, mas eles são todos os designs sensuais, e não há muitos desenhos fofos"
"Oh claro... foi o que eu imaginei"
Rikka assentiu, nem um pouco surpresa. 
Comparado a Hasegawa e Zest, que têm mais liberdade na escolha de suas roupas, Mio teve que usar o uniforme da escola. Mio não conseguiu continuar usando o uniforme comum - como as coisas estão agora, seus seios estão enchendo demais, deixando visível o decote.
Parece que eles pensaram em obter permissão especial da escola para usar algo feito sob medida, mas o código de vestimenta da escola é estrito e algumas modificações são permitidas, e até mesmo no passado Hasegawa vestindo roupas mais sensuais, como um cinto de ligas foi permitido...
Além disso, talvez seja porque os outros garotos a veem saindo com Basara, ou talvez aqueles sob a influência de Donoue no ano passado tenham se formado - mas os garotos deste ano não demonstraram nenhum interesse em Mio, por isso não lhe deram atenção. 
- Com isso dito, a modificação de seus uniformes tornou-se comum entre as meninas.
O comprimento da saia da Academia Hijirigasaka, originalmente superior a dez centímetros, ficou menor.
E então - mesmo como presidente do conselho estudantil, Rikka não pôde prestar atenção àquelas garotas.
Porque o comprimento da saia de Rikka também havia diminuído.
E então, enquanto puxava a barra da saia curta.
…Por que eu…
Rikka não é o tipo de pessoa facilmente influenciada pelas pessoas ao seu redor.
Se alguém tem que dizer de qualquer maneira, ela é dura e muito séria, e uma parte do corpo discente não está feliz com ela.
…Mesmo assim.
Com os membros do comitê durante o festival esportivo, bem como com Basara e Hasegawa, desde o inverno Rikka começou a mudar.
Mesmo que não deva ser o caso - ela está sonhando com Basara tateando no peito todas as noites. Além disso, no final do último período, ela sonhava que Nanao era na verdade uma menina e que Nanao fazia coisas obscenas com Basara na sala do conselho estudantil.
- Ter pensamentos tão obscenos na cabeça confundiu Rikka. 
Desde então, ela confiou em Hasegawa essa preocupação dela. Foi-lhe dito que não era estranho para uma garota da idade dela. Além disso, com alguém tão séria quanto ela, talvez haja até um tipo de desejo reprimido dentro dela. 
“Você deveria apenas abraçar quem você é”, seguindo o conselho de Hasegawa, Rikka começou a usar o site de compras online usado por Hasegawa para comprar lingerie com designs mais sensuais. É provável - é a mesma loja que Mio mencionou anteriormente.
—Rikka então colocou a lingerie na privacidade de seu quarto e se olhou no espelho. 
Vendo-se refletida no espelho, seu corpo vestido em lingerie sexy - junto com um constrangimento que poderia torcer a cabeça de maneira engraçada, ela ficou cheia de uma sensação de êxtase, na medida em que era arrepiante. Naquele momento, Rikka, ao aparecer no espelho, tinha uma expressão facial lasciva a ponto de parecer mentira chamá-la de uma aluna de honra. 
Naquele momento, Rikka se viu no espelho, ela instintivamente entendeu, sua expressão facial era definitivamente a mesma de Mio. 
Certamente… 
Embora Basara tivesse dito que ele não tinha nenhum relacionamento romântico com as garotas que moravam com ele, e isso era apoiado por Mio e pelas outras garotas também, 
Ele certamente estava namorando todas elas - não, eles certamente estavam fazendo mais do que isso. 
Yuki e Mio, que têm a idade dele, Kurumi e Maria um ano mais jovens, até as professoras Zest e Hasegawa,
A única exceção era Celis, ela era diferente deles. 
…Contudo,
Muito provavelmente, a Celis se juntaria a Mio e aos outros em um futuro próximo.
Celis, morando com eles, certamente sabe a verdade sobre o relacionamento de Basara com as outras garotas. 
No entanto, com a maneira como Celis olha para Basara - era com dúvida o olhar de uma jovem apaixonada. portanto, é realmente apenas uma questão de tempo.
Percebendo o relacionamento entre Basara e as outras garotas - como se fosse algo natural, Rikka encurtou o comprimento de sua saia. Não só isso, mas hoje ela usava lingerie sensual para a escola. Rikka como ela está agora.... Debaixo de sua saia curta, está uma roupa de baixo lasciva, da qual ela não podia contar a ninguém. 
...Toujou-kun...
Rikka imaginou o que aconteceria se Basara descobrisse que ela estava usando essa lingerie. 
Basara não era o tipo de cara que colocava as mãos em qualquer garota aleatória. 
Ele rejeita adequadamente as garotas que confessam a ele, e é claro que ele ainda as trata com bondade. 
…Contudo.
E se Basara pedisse alguma coisa? 
No momento em que Rikka imaginou isso,
"..."
Um calafrio percorreu sua espinha, fazendo seu corpo tremer levemente. .
Assim, Mio disse: 
- Presidente, você está bem?
Percebendo que a condição de Rikka era um pouco estranha, ela olhou para o rosto de Rikka.
"Sim, sim... estou bem, parece que finalmente entendi alguma coisa"
Dizendo que não é uma desculpa, Rikka percebeu algo.
...Certamente, eu sou...
Ela não consegue imaginar uma versão de si mesma que recusaria Basara,
Isso é certo, sem desculpas - a verdade de Kajiura Rikka.
- Um desejo lascivo dorme dentro da séria Rikka. 
Portanto, não deveria ser estranho para Basara, que é um cavalheiro, ter outro lado também. Atualmente, Basara provavelmente tornou Mio e cinco das outras garotas que moram com ele dele, e é tudo o que elas concordam. 
…Está certo….
 Não é nada estranho. Com Yuki e Maria com quem ele saiu agora,
Em algum lugar apenas com elas - há uma chance muito real de que algo esteja acontecendo entre os três agora.
Parte 13
A imaginação de Rikka estava correta.
Depois que a reunião conjunta com o comitê do anuário e o clube de fotografia terminou, Basara, juntamente com Yuki e Maria, encontraram uma sala de aula vazia para se envolver em atos sexuais.
- Na cadeira no centro, com uma longa sombra lançada sobre o pôr do sol vermelho,
Basara estava sentado e no colo estava Yuki, montando nele.
Basara ainda usava seu uniforme.
No entanto, Yuki no colo dele tinha o top da roupa meio aberto enquanto ela passava os braços em volta do pescoço dele, ele caía como um haori nos cotovelos e os seios não eram escondidos por um sutiã - não, eles não estavam escondidos. 
Ao chegar a essa sala vazia, ela foi imediatamente retirada por Basara e Maria. 
- Tudo isso começou durante a reunião com o comitê do anuário e o clube de fotografia.
Maria e Yuki estavam sentadas à esquerda e à direita de Basara. Suas mãos estavam focadas na virilha de Basara, a fim de provocá-lo indecentemente. 
Com Maria abrindo o zíper da calça, Yuki enfiou a mão na calça, tirando o pênis de Basara de dentro da cueca e ela começou a dar-lhe uma punheta lasciva. 
Se eles fossem descobertos, isso causaria problemas - no entanto, Basara permitiu que elas continuassem. 
Esta manhã, Yuki estava encarregada de fazer as lancheiras com Zest.
Durante o almoço, Basara fez um trio com Zest e Hasegawa quando ele visitou a enfermaria. 
Yuki, por outro lado, não teve uma virada hoje, provavelmente, ela também de alguma forma ouviu sobre o que aconteceu com Zest durante o almoço. 
Depois da escola, quando eles estavam indo para o conselho estudantil, havia desejo nos olhos de Yuki. 
Maria certamente havia notado o estado de Yuki. Assim, enquanto conversava com o vice-presidente Kanou, ela conseguiu que Basara e Yuki fossem incluídas nos membros que representavam o conselho estudantil durante a reunião com o comitê do anuário e o clube de fotografia.
Com esse incentivo, Yuki foi capaz de ser assertiva através de Maria. 
Basara, entendendo os sentimentos de Yuki e as intenções de Maria, deixou Yuki fazer o que quisesse. 
Dito isto, com Basara sendo sexualmente estimulado, Yuki caiu em um estado excitado. Yuki fez o possível para reprimir sua voz, para que não fossem descobertas por outros, mas o poder da maldição afrodisíaca do voto de mestre-servo estava mais forte do que nunca. Yuki queria esperar até o final da reunião, mas Basara pôs fim a isso sob sua instrução. Isso porque o cheiro feminino de Yuki estava se espalhando pela sala, e Kanou e as outras começaram a perceber o que estava acontecendo. Então, devido à vermelhidão no rosto de Yuki, fazendo-a parecer mal, Basara e as duas meninas deixaram a reunião mais cedo. 
- Assim que eles entraram na sala de aula, Basara levantou uma barreira.
Foi assim que eles não foram notados por terceiros sem relação com eles, nem espiados por ninguém. 
E então, trinta minutos depois.
A saia da Yuki seminua estava no chão, sua calcinha balançando pendurada em um dos tornozelos, como se estivessem prestes a cair a qualquer momento. 
Eles estavam balançando com os movimentos lascivos dos quadris de Basara e Yuki.
Basara, ainda de uniforme, abriu o zíper da calça e tirou a dureza por lá. O pênis de Basara foi então envolvido por algo incrivelmente quente. 
O ponto feminino de Yuki havia levado o pênis de Basara até a base. 
"H... haaah aaah, mm…. yaa… haaaaaaaaaaaaaaaaah ♥ ”
Após a terceira ejaculação de Basara, Yuki alcançou uma euforia ainda maior - as calças uniformes de Basara estavam molhadas com um coquetel lascivo misturando seu esperma com o dela. 
Isso não foi um problema, já que Basara ainda tinha a pedra mágica de limpeza de roupas de Lucia. 
Assim - eles continuaram a entregar seu sexo apaixonado ao conteúdo de seu coração. 
"Aaah... mm, Basara ... haah, mais... Basaraaaaaaaa ♥"
Com o rosto derretendo com sensualidade, Yuki moveu os quadris lascivamente, enquanto sons úmidos vinham de onde ela se juntou a Basara. 
Houve também outro som vindo de Yuki. 
Na verdade, vinha da garota atrás de Yuki - da loli succubus assistindo com uma expressão sedutora. 
"Fufu, Yuki-san... Como é a sensação de ser penetrada pela frente e por trás?"
Com os olhos cheios de excitação, Maria estava segurando algo com a mão direita quando um sorriso sádico começou a surgir em seu rosto. 
Era a pulseira em forma de meia-lua que Yuki costuma usar hoje em dia. 
No entanto, sua verdadeira forma não é a das pérolas. Na verdade, são pontas anais de succubus especiais.
À medida que são inseridos na bunda, ela reage ao esperma, e a cada penetração eles crescem e ficam mais quentes para combinar com sua forma mutável.
Começando com apenas 10 cm de diâmetro, as pontas anais crescem gradualmente para o tamanho de um ovo de faisão, depois para um ovo de galinha e, finalmente, atingem o tamanho e a espessura maciços do pênis de Basara.
Maria começou a inseri-los no cu de Yuki. 
"Não... Maria, mm... haaah... incrível... isso é tão incrível ♥"
Olhando por cima do ombro, o rosto lascivo de Yuki estava manchado de lágrimas provenientes de sua doce angústia. 
Yuki estar em uma posição desconfortável, com as pontas quentes e gigantescas entrando e saindo dela, sentiu uma sensação lasciva de depravação sensual, quando as contas reagiram à gostosura de sua bunda. 
Vendo Yuki assim, despertou Basara mais uma vez para um estado de ejaculação quase instantânea. 
"...ah, Yuki... eu vou gozar!"
Com essa declaração, ele entrou dentro de Yuki novamente sem restrições.
Yuki também alcançou uma nova altura de prazer, enquanto um banho quente enchia seu ventre. 
"Yaa, aaaaaaaaaaaaaaaaaaah ~~~ ♥"
Quando ela chegou ao clímax, seu corpo tremia ao se inclinar para trás no colo de Basara. 
 - Foi nessa época que houve flashes e sons do obturador. 
Tentando descobrir o que era, era Maria, pronta com uma câmera.
"Ei, isso é..."
“Sim, é a câmera DSLR que pegamos emprestada do clube de fotografia mais cedo”
Maria respondeu quando um sorriso satisfeito apareceu em seu rosto. 
O que Maria tinha na mão era um item assinado sob o nome do conselho estudantil para o festival cultural. Mesmo durante o dia do evento, eles podem ver coisas que o clube de fotografia não vê e tirar boas fotos que poderiam ser usadas no anuário. 
"...Maria, acho que sigo aonde você vai com isso"
"Sim, isso é, no final, algo particular entre nós"
Com isso dito, Maria tirou fotos de Yuki quando ela aceitou completamente Basara em seu corpo e se afogou nos prazeres dele.
“Você está fazendo uma cara tão boa, Yuki-san... Isso certamente será uma lembrança boa durante esses dias se preparando para o festival cultural. Bem, não chegará ao anuário e também não enviarei essas fotos para o clube de fotografia ”
Maria disse com um sorriso claramente destinado a mostrar que está entretida.
"Isso mesmo... eu tenho que tirar a foto da presidente mais tarde também"
"E quanto a Rikka-senpai?"
Basara perguntou estupefato. 
"Ufufu... Na verdade, hoje a presidente está usando roupas íntimas super lascivas"
De sua observação succubus, Maria riu sedutoramente.
“Provavelmente ela conseguiu essa lingerie no site sobre o qual Chisato-san falou. Não satisfeita com o uso secreto em casa, ela veio para a escola usando-a ”
"Sério... Rikka-senpai?"
A surpresa de Basara apareceu em seu rosto.
"Bem... Afinal, o objetivo do primeiro amor da presidente é de alguem que mora com garotas muito mais sexy do que ela, e ele também está rejeitando todas as confissões dadas por outras garotas"
Maria disse com um sorriso travesso.
“Mesmo assim ela queria ser notada... Ela quer ser notada. E acreditando que talvez ela possa se mudada pouco a pouco, ela comprou uma calcinha lasciva.
Maria continuou, 
- Que tal deixá-la mostrar a você quando vocês dois estão sozinhos juntos, depois que voltarmos para a sala do conselho estudantil, Basara-san? Tenho certeza de que você também ficou ciente dos sentimentos da presidente.
"..."
Basara respondeu à pergunta de Maria em silêncio. 
--- É verdade que ele percebeu os sentimentos de Rikka por ele.
Kajiura é uma jovem atraente. Ela tem um lado dela como uma classe alta confiável, e um lado fofo como uma garota mais velha, e sua falta de jeito com os meninos também dificulta deixá-la em paz.
Mas, se eles forem para lá, nem Basara nem Rikka poderão voltar.
O que Hasegawa e Zest disseram durante o almoço era verdade.
Não é que Basara esteja rejeitando todas essas garotas sem sentir nada por elas.
Naturalmente, ele gosta de ser amado - e ele tem um desejo sexual. Ter Mio e as outras garotas como escravas sexuais aumenta seu desejo sexual e facilita a perda de raciocínio.
Precisamente por isso - se for Rikka, será ainda mais.
Senpai
Tomando os lábios de Rikka à força repentinamente, rasgando as calças que ela veste violentamente, deslizando pela calcinha e agredindo-a, isso não é um pensamento que ele teve apenas uma ou duas vezes.
Além disso - é provável que Rikka também queira.
No entanto, isso não é algo que ele fará. Provavelmente, Mio e as outras garotas não se importariam de Basara ter o seu caminho com outra garota, se ele assim o desejasse. Do ponto de vista de Mio e das outras garotas, Basara já havia se tornado uma pessoa assim para elas.
Mesmo assim, Basara não quer trair desnecessariamente Mio e as outras garotas. 
... Além disso, 
Como Rikka é uma garota normal, ela tinha uma tolerância espiritual muito menor em comparação com Mio e as outras meninas. Como tal, se Basara fizesse um movimento nela, ela se tornaria sua escrava sexual - e talvez isso acabe com seu espírito. Essa é uma situação que ele gostaria de evitar o máximo possível. "Eu entendo seus sentimentos, Basara-san, você se importa muito com a presidente. É por isso que você quer evitar aproximar mais seu relacionamento do que é agora"
Contudo, .
“O que aconteceria se o presidente tivesse sentimentos por você que não poderia mais se conter? Se eu fizer uma previsão, depois do festival cultural, o presidente fará algum tipo de mudança. ” 
"O que você fará se ela implorar para que você aceite seus sentimentos, não importa o quê?"
"Isso é--"
“Você gentilmente a rejeitará como você fez com as outras garotas? Mas, com isso, ela pode se machucar com suas ações, e isso pode afetar o desempenho dela nos exames de admissão, o que você fará então? ”
Maria continuou, 
“Mesmo que seja um amor não correspondido, basta apenas uma vez... Existem pessoas que, independentemente dos outros, querem criar uma lembrança da época e viver felizes. Eu acredito que a presidente é esse tipo de pessoa. Se você tem medo de ir longe demais, pode ter a Chisato-san e eu, estamos lá para isso ”
"Mesmo que seja só um pouco... Pense na presidente."
"..."
Devido às palavras de Maria, Basara caiu em um profundo silêncio.
Então Maria pediu desculpas.  
“...Me desculpe, não é o momento para esse tipo de conversa. Afinal, também há o assunto de hoje à noite ”
Finalmente, Yuki acordou de seu intenso clímax.
"Basara—"
Ela olhou para ele com olhos sem foco.
Aqueles olhos estão cheios de sensualidade - continuando a querer ele.
O próprio Basara também não estava satisfeito. Tendo recebido uma grande carga dentro da Yuki dele, seu pênis permaneceu dentro e manteve seu tamanho ereto. 
"Sim, deixe comigo Yuki"
Com isso dito, Basara agarrou a bunda de Yuki com a mão direita.
Enquanto ele empurrava sua vagina, ele começou a esfregar as pontas anais em sua bunda lascivamente contra suas paredes internas. 
"- Ahh, Basara-san, espere um momento"
De repente, Maria os deteve.
“Eu realmente brinquei com a bunda de Yuki-san, então Basara-san não use as pontas anal, use isso em vez disso”
O que ela propôs foi usar a DSLR.
“As fotos e vídeos que tiro são de todas as que gostam de Basara-san. É claro que gosto da imagem de mulheres se afogando em prazer sensual, mas "
Com isso dito, Maria olhou para Yuki. 
“O assunto muda através das lentes de diferentes fotógrafos. Se você quer ser o fotógrafo Basara-san... Sem dúvida, ele criará imagens com um sentimento diferente. Sem dúvida, aquele que pode nos capturar da maneira mais atraente e sexy do mundo é ninguém menos que Basara-san ”
Sobre tudo.
“Em uma sala de aula vazia, inundada pelo pôr do sol, é uma das melhores situações para fotos de sexo. Por favor, tire fotos da indecente Yuki-san ”
"..."
Basara pegou a câmera nas mãos e apontou a lente para Yuki.
Com isso,
"...Sim, ahh... Basara ♥ ... "
Na frente de Basara, Yuki torceu indecentemente seu corpo. 
É como Maria disse, a aparência dela era realmente a mais lasciva e, além disso, linda ...
"-"
Ele clicou no obturador que apontou para Yuki - com isso, um flash veio com o clique.
"Yaaaaaahn ♥"
As paredes vaginais de Yuki, com o pênis de Basara ainda dentro, apegavam-se lascivamente a ele. Instantaneamente, o interior de Yuki ficou cheio de esperma. 
"Yuki"
Basara engoliu em seco, quando olhou de novo.

Não há erro - Yuki sentiu Basara apontando a câmera para ela.
"Ah... haah… mm, não… nãooo…. Eu sou esse tipo de... haaah ♥ ”
Como se ela não pudesse acreditar em si mesma, o corpo de Yuki tremia de vergonha,
"Não, não há engano... Então, Yuki-san, venha sentir isso completamente"
Maria declarou como tal, com os olhos cheios de um calor febril, ela começou a mover as pontas anais para dentro da bunda de Yuki.
Com isso, o ruído de clique da câmera soou,
“Mm… está saindo… h, haah… o que é isso…. aaaaaaah ♥ ”
Os gemidos de Yuki aumentaram instantaneamente. 
“O que há nessas pontas anais é meu... um liquido de súcubo, que atua como um poderoso afrodisíaco. Combinado com o efeito afrodisíaco do voto de mestre-servo com Basara-san, você deve estar caindo nas profundezas de um inferno de prazer agora, Yuki-san. ”
Como se dissesse "aqui vamos nós", Maria mexeu as pontas anais com mais intensidade do que antes,
Seu tamanho não era mais o de pontas, mas de ovos.
Quando os ovos escorregadios e obscenos entraram e saíram dela,
"Yaa.... aaah, haah ♥ nhaaaaa, aaah…. aaah ♥ haah, aaah… estou ficando louca… meu traseiro, estou ficando louca…. haaaah ♥ ”
Enquanto Yuki tem as duas mãos nas bochechas, um novo caminho para a depravação foi infligido a ela,
"Venha agora Basara-san, prepare-se ... É a chance perfeita de obturador..."
Com isso dito, Maria girou a bola no gancho das pontas para o lado mais uma vez,
E com isso, enquanto estão na bunda de Yuki, a função de vibração ativada,
“Yah? Kyaaaaaaaaa ♥ ”
Yuki sentindo esse prazer, soltou um grito que era mais surpreendente que sensual.  
Naquela época, Basara havia preparado a câmera no modo burst, apontando para Yuki. 
"Você é linda, Yuki"
Como ele disse isso - Toujou Basara pressionou o botão do obturador.
Com vários ruídos do obturador, vieram flashes contínuos,
"Aaaaaaaaaaaaah ~~~ ♥"
No colo de Basara, Yuki, atingiu um clímax imenso sem imaginação. 
Parte 14 
Havia uma pessoa espiando os atos obscenos que Basara, Yuki e Maria estavam fazendo naquela sala de aula vazia. 
Foi Nonaka Kurumi, encarregada de entregar documentos ao clube de transmissão em nome do conselho estudantil. 
Depois de deixar o clube de transmissão - Kurumi pôde sentir Basara e as meninas, e então chegou aqui, em uma sala de aula vazia que parecia isolada.  
Espreitando pela porta da sala de aula - ela podia ouvir claramente o que estava acontecendo lá dentro. 
"Yaah... haaah aaah, Basara… ♥ aaah, haah… aaaah, Maria ♥ ahah, haah… yaaaaaaaaaaaan ♥ ”
Completamente distorcida ao ter o pênis de Basara no buraco da frente e Maria usando as pontas de pulseira na bunda, Yuki está ainda mais confusa do que o normal. 
"Incrível... Você está realmente sentindo isso"
Kurumi soltou um sussurro que estava misturado com sua excitação e inveja. 
- No entanto, a dupla penetração não era mais novidade para Kurumi e as outras garotas. 
A zona erógena de Yuki é sua bunda, ela foi a primeira a fazer sexo anal, mas as outras garotas começaram a fazer sexo anal também. 
Desde que Kurumi e as outras garotas haviam vinculado o voto lascivo de servo-mestre a Basara, não apenas sua virgindade "normal", mas era natural que elas também dessem suas virgindade anal. Portanto, o desenvolvimento da dupla penetração era simplesmente um curso natural. 
Nesse ponto, todas elas já fizeram sexo anal com Basara e também receberam brinquedos especiais de succubus de Maria ou Sheera. As pontas anais vibrantes na bunda de Yuki agora eram um presente dado a todas elas, e em cores diferentes. 
Yuki, porém, é a único que o usa na escola. 
No entanto, é raro ela estar tão confusa. 
Recentemente, não apenas por causa dos desejos de Basara, mas também das meninas, elas não foram capazes de se segurar, e as chances de sexo acontecendo fora de casa aumentaram. 
Portanto, o motivo da condição de Yuki não era simplesmente a dupla penetração em uma sala de aula vazia.
Além disso, Maria havia tirado fotos e vídeos de seus atos sexuais muitas vezes antes. 
Então, qual é a diferença desta vez?
"Aah, entendo... é porque Basara-niichan é o único tirando"
Kurumi sussurrou com um sorriso lascivo, entendendo o que estava acontecendo.
Até esse momento, Yuki ainda não havia experimentado um cenário em que Basara fizera sexo obsceno com ela durante a gravação. Seu corpo recebeu um prazer corrupto, elevando completamente sua sensualidade. 
Kurumi, observando o estado lascivo de Yuki do lado de fora da sala de aula; coloque a câmera no zoom; e começou a tirar fotos do que estava acontecendo diante de seus olhos. 
Ela podia ver o rosto profundamente embriagado de Yuki na tela, os olhos derretendo de prazer - e em seus lábios um sorriso lascivo apareceu. 
"Fufu... onee, você está verdadeiramente feliz"
Lambendo os lábios de excitação, Kurumi colocou o celular no peito.
- Normalmente, Kurumi entrava na sala de aula se juntando a eles.
Não é como se ela quisesse atrapalhar o prazer de Yuki.
Afinal, Kurumi havia recebido muita atenção de Basara; da noite passada até esta manhã. 
Durante esse tempo, Yuki estava fazendo o café da manhã e preparando lancheiras junto com Zest.
Então, foi a vez de Yuki ser feliz. Deixando Basara querer Yuki; e deixando Basara responder a Yuki, que não conseguia mais se conter; ela não tinha intenção de atrapalhar isso. 
- No entanto, Yuki estava sentindo uma grande vergonha de ter suas ações sexuais registradas por Basara. 
Portanto, se ela soubesse que sua irmãzinha Kurumi estava assistindo; ela certamente ficaria ainda mais confusa. 
O jeito que Yuki olhou tanto para Basara quanto para Maria - é claro, o mesmo poderia ser dito para Kurumi. E depois que Yuki desmaiou, ela poderia se envolver em um trio com Basara e Maria. 
Mas, por enquanto, Kurumi não entra na sala de aula.
Ela tinha outra coisa que tinha que fazer.
Então, Kurumi mudou seu campo de visão de Basara e Yuki na sala de aula, para o lado dela. 
Com isso dito,
"..." "..."
Celis e Nanao, que foram junto com Kurumi ao clube de transmissão, também estavam assistindo a cena sensual que Kurumi viu. 
Suas bochechas estavam tingidas de vermelho e seus olhos vidrados de excitação.
Com suas personalidades levadas em consideração; elas são o tipo de pessoa que acredita que espiar é uma coisa ruim; então eles deveriam ter repreendido Kurumi e a detido. 
Mas, em vez disso, as duas estão atualmente ao lado de Kurumi - seus olhos são incapazes de desviar o olhar de Basara e Yuki fazendo sexo. 
...Talvez não possa ser ajudado.
A força do sexo cru com Basara e o ato obsceno de filmar enquanto o faz.
À vista criada por esses dois pontos, Celis e Nanao tiveram seu julgamento racional para tomar decisões a partir deles. 
Kurumi olhou para o sorriso lascivo em seus rostos,
...Só mais um pouco, então.
acessando as condições de Celis e Nanao.
- Finalmente, Nonaka Kurumi conseguiu testar "algo".
É algo que esta manhã - antes de ir para a escola, ela foi confiada por Maria.
Ela se moveu silenciosamente para não ser notada atrás de Celis, então passou os braços em volta das costas e começou a acariciar suavemente seus peitos. Superando o traje de escolar que ela está vestindo - e até seu próprio sutiã, ela podia sentir o calor e a suavidade das mãos de Kurumi.
“O que, Kurumi? O que você… mmm ♥ ”
Juntamente com a surpresa no tom inquisitivo de Celis, veio um som super doce. Depois de testemunhar os atos sexuais de Basara e as meninas na sala de aula, seu corpo estava agora sensível. 
"U-hum... Kurumi-chan, o que você está fazendo?"
Era Nanao do seu lado oposto, levantando a voz em confusão. 
Assim como Celis, Nanao não conseguia entender o significado por trás das ações de Kurumi. 
"Desculpe Nanao-senpai... Por causa do que está acontecendo hoje à noite, há algo que tenho que ensinar a Celis-nee"
"Eu-é mesmo...?"
"Sim. Senpai, você deveria continuar assistindo Basara-niichan como estava. Eu acho que vai ser uma ótima referência ”
"O-Ok... Se você diz"
Nanao respondeu com confusão em sua voz, mas ela seguiu as instruções de Kurumi diligentemente.
Ela voltou a observar os olhos sensuais de Basara e Yuki.
Celis não foi a único a vincular o contrato de servo-mestre com Basara hoje à noite.
A meia-vampira Nanao também decidiu amarrar o contrato de servo-mestre com Basara.
Se não fosse por isso, Kurumi não teria trazido Nanao para este lugar.
…Para iniciantes.
O evento de vincular o contrato de mestre-servo com Basara hoje à noite tinha sido de Nanao primeiro.
Depois de levar em consideração possíveis discussões futuras, e depois de discutir com Nanao, Basara falou sobre os atos sexuais que ele havia feito anteriormente com Nanao para as outras meninas. 
Seria uma mentira dizer que elas não ficaram surpresas, mas felizmente houve um conjunto precedente.
Sendo esse o caso com Hasegawa.
...Além disso.
Nanao também tinha um grande amor por Basara dentro dela, ela tinha um forte sentimento de não ser capaz de viver sem Basara também, e se arrependia de não poder ajudar com o Reino dos Demônios, bem como com a situação com Shiba que aconteceu depois disso. .
Além disso, chegando à conclusão de que ela é um elo fraco para Basara, ela queria fazer um contrato de mestre-servo com Basara. Não por ela mesma - mas para garantir que ela não se torne um obstáculo para ele. 
…Além do mais.
Segundo Hasegawa, o relacionamento sexual de Basara com ela havia fixado seu gênero como o de uma menina, e com uma mordida na nuca, ele tinha um relacionamento de mestre-servo com ela através de seu lado vampírico. 
Além disso, sobre o relacionamento de Nanao com Basara e seu próprio crescimento - mais do que tudo, foi ouvir seus sentimentos que levaram Kurumi e as outras garotas a concordarem em ela vincular o contrato de servo-mestre com Basara.
- E, naturalmente, o método que eles escolheram para esse contrato de servo-mestre era através da magia das súcubos. 
Como tal, não há nenhum problema em relação a Nanao. 
O problema é - com essa garota que não importa o quê - teimosamente insiste em usar sua própria mágica.
"K-Kurumi...?"
Kurumi notou que o rosto de Celis se torceu em algo semelhante à raiva, olhando-a aparentemente insatisfeita.
Kurumi chamou Celis Reinhardt, chamando-a de "Celis-nee"
A razão por trás disso é a mesma por que ela chama Basara de "Basara-niichan"
O tempo que passaram juntos pode ter sido curto - mas Kurumi realmente olha para Celis como uma irmã mais velha.
Mesmo sendo uma menina, Celis possui uma força que excedeu muito outros heróis da mesma idade que elas.
Além disso, não sendo cegada pela promessa de sua própria força, ela foi gentil com Kurumi, que era jovem na época, e a mimava. Aos olhos de Kurumi, Celis é uma pessoa especial. Quando ela era jovem, ela não entendia seus sentimentos em relação a Celis, mas agora ela os entendia claramente.
Ela admirava Celis.
Após o reencontro na Vila, ela sentiu novamente um profundo respeito por Celis, que conseguiu alcançar tanta força apenas com seu poder, sem nenhum tipo de contrato. Portanto, quando Celis disse que queria usar seu próprio poder para formar o contrato de servo-mestre com Basara, dentre todas as meninas, Kurumi era a pessoa que mais se opunha a ela.
Era natural que ela fosse.
...Mesmo que tudo tenha acabado agora, e possamos sorrir juntos...
Incapaz de se perdoar por seu fracasso contra Shiba, Celis construiu um muro em volta de si mesma, deixando os relacionamentos desmoronarem mantendo distância. Kurumi não aguentou ver Celis dessa maneira. 
Do ponto de vista de Basara, ele deu a ela espaço, ele teve que aceitar a situação como está - mas Kurumi não pôde concordar. 
Assim, junto com Maria e Zest, que primeiro sugeriram que elas deveriam fazer Celis concordar com seus sentimentos; elas fizeram a sua jogada. Mio e Hasegawa também estavam de acordo. 
…Além disso.
Claro, Yuki também estava de acordo com essa ideia.
Yuki fazendo sexo com Basara nessa sala de aula vazia também fazia parte da tentativa de fazer Celis perceber seus próprios sentimentos.
E então o trabalho de Kurumi era estimular o verdadeiro coração de Celis - e fazê-la tremer com seus sentimentos.
- Era algo que Maria e Zest haviam feito por Kurumi uma vez antes.
O tempo passou desde então - e agora foi a vez de Kurumi desempenhar o papel de guia.
Então Kurumi, com as mãos em volta do peito de Celis, usou palavras mágicas que tiraram a resistência de Celis. 
Enquanto apalpava o peito de Celis de maneira lasciva,
"Não faça barulho, Celis-nee... Se você fizer barulho, você perturbará Basara-niichan, não faria isso né?"
"Isso é... Mm... ah... aaah..."
A resistência de Celis caiu instantaneamente.
- O vício em sexo que Kurumi e as outras meninas têm é um efeito colateral do voto de servo-mestre.
No entanto, sua vitória sobre a caixa de Pandora do Clã dos Heróis, contra Shiba, foi graças ao voto de mestre-servo. Portanto, Celis nunca disse nada condenando seus atos lascivos, não importa o quão longe eles foram, e é claro que ela nunca os perturbou.
Portanto, Kurumi estava usando os sentimentos de Celis.
“Ah... aaah, Kurumi…. Por que você está fazendo isso….umu"
Celis, sua amiga de infância mais velha que ela, estava caindo no prazer e incapaz de entender sua motivação.
Sinto muito, Celis-nee. Mas isso é para o seu próprio bem...
Enquanto se desculpava em seu coração, ela não deixou Celis saber, suas mãos escolheram esse caminho e continuaram por ele. 
"Eu não posso incomodar os três na sala de aula... Mas se eu não consegui me segurar, então pensei em usar você para algum alívio, Celis-nee - está tudo bem, certo?"
Depois de tudo, 
"Esta manhã, você me viu transando com Basara-niichan"
"I-isso é... Porque Zest me perguntou..."
"Zest? Ela disse para você nos assistir fazer sexo?"
Ela propositalmente disse com um tom malicioso e, ao fazer isso, removeu a gravata do traje escolar de Celis, movendo as mãos para o zíper da frente e puxando-o para baixo.
"Eu-não é assim... Ela me disse para chamar Maria lá..."
"Então, você foi assistir a mim e Mio transando com Basara-niichan até terminarmos, e então até assistiu o sexo de Hasegawa-sensei com ele também?"
Kurumi riu e, com isso, deslizou o zíper de Celis até o ponto mais baixo e, assim, removeu o gancho dianteiro do sutiã. E então, com Celis exposta, ela continuou seus movimentos no corpo seminu de Celis.
Com isso, as pontas agora expostas dos seios de Celis endureceram.
"Olhe para isso... Seus mamilos já estão tão duros, Celis-nee"
Com um sorriso sádico no rosto, ela moveu os dedos para as pontas,
"Não... Kurumi, por favor aguarde... se você fizer isso aqui, alguém poderá ver"
Sentindo profunda vergonha, o corpo de Celis tremeu. 
"Está tudo bem. Você deve saber, Celis-nee, que sempre que Basara-niichan pede a uma de nós, temos uma barreira que faz com que ninguém na área circundante possa nos ver ”
É um poder de efeito colateral que Basara obtivera quando fez a promessa de seis servas. 
Esse efeito também inclui garantir que suas vozes não sejam ouvidas por outras pessoas.
Então agora, sem nenhuma preocupação de serem vistas, elas também podem se envolver em atos sexuais fora.
"No entanto, esse demônio... O demônio chamado Takigawa ainda podia nos ver..."
"Não há necessidade de se preocupar, Basara-niichan não correria esses riscos"
Kurumi rejeitou a preocupação de Celis com um único chute.
“A barreira que Basara-niichan havia criado agora, é uma que foi criada usando o poder de quatro raças diferentes e os cinco elementos. O efeito da barreira se estende a si mesmo e a todas as garotas com quem ele formou contratos... assim como a todos que convidamos ”
Kurumi passou a mão pela saia de Celis, puxando a calcinha pelas coxas, tirando a liberdade da parte inferior do corpo.
Em seguida, ela desengatou a peça e a saia caiu instantaneamente no chão sozinha.
Com isso, os pêlos pubianos de Celis tinham um brilho visual.
Tendo visto o sexo de Basara e Yuki, e tendo os seios acariciados por Kurumi, a virilha lasciva de Celis se molhou.
“Não... eu não é assim…. isto é…"
Em pânico, Celis cobriu a virilha com as mãos. Mas Celis estava mais molhada do que ela pensava inicialmente, e seu lugar fez um barulho molhado.
"Celis... Como não é 'isso'?"
"... Ah, aaah..."
Em resposta à pergunta feita com um sorriso malicioso, Celis fez um pequeno ruído, seu corpo completamente relaxado nos braços de Kurumi.
Ela não tinha mais uma desculpa e reconheceu que tentar resistir e correr não tinha valor.
Enquanto apalpava o peito de Celis, 
"Olha, Celis-nee... olha bem"
Ela disse, fazendo Celis assistir Yuki e Basara fazendo sexo.
"..."
Os olhos de Celis se encontraram com os de Yuki na sala de aula vazia.
Mesmo sem palavras, esses olhos estavam cheios de sensualidade.
…Como esperado.
Kurumi tornou-se mais certo de uma crença que ela mantinha por dentro
- Por que Celis, apesar de não se mexer, estava excitada.
Era porque era Yuki fazendo sexo com Basara naquela sala de aula.
Maria e Zest são puros demônios.
E Mio, que apesar de ter sido criada por humanos, tinha sangue demoníaco fluindo dentro dela como filha do lorde demônio anterior.
Embora Celis não tivesse preconceito em relação a elas, ela poderia dar uma desculpa a si mesma de que, para as três, elas poderiam fazer o voto de servo-mestre com Basara e se tornar sua escrava sexual por serem demônios.
Embora ela tenha o maior respeito pelo divino ser Hasegawa, como ex-togami, ela ainda era diferente de Celis, e Celis tinha esse tipo de consciência de que eram seres diferentes. Como tal, não importava o quão lascivas fossem as ações, ela ainda podia vê-las como algo diferente de si mesma.
- Mas era diferente no que diz respeito a Yuki e Kurumi.
Eles eram humanos, e todos foram criados como membros do Clã dos Heróis.
No entanto, Kurumi era como uma irmã mais nova de Celis.
Como tal, ela poderia racionalizar dizendo que eles seguiram caminhos diferentes. 
Era diferente em relação a Yuki. 
Celis e Yuki têm a mesma idade, tornando mais fácil para Celis se ver na posição de Yuki. É por isso que Kurumi usou a imagem de sua irmã mais velha se afogando em sexo obsceno com Basara, como ela foi fotografada com Maria atacando sua bunda. 
“- Como está, não é incrível? Isso mesmo, ela se dedicou totalmente a Basara e jurou a si mesmo através do voto de mestre-servo."
Ela falou nos ouvidos vermelhos de Celis, com os lábios tocando-os levemente. 
“Venha agora, dê uma boa olhada... na expressão de onee. Mesmo que ela esteja fazendo algo tão indecente, ela está tão intoxicada... Ela não parece feliz?
Assim como Kurumi disse, a Yuki diante de seus olhos é realmente feliz. Era uma verdade inegável aos olhos de alguém. 
Enquanto levantava sua voz doce, ela se derreteu no prazer que está recebendo de Basara.
“...Hum... sim, sim... Mas fazer isso na sala de aula... ”
Celis manteve um controle sobre seus pensamentos lógicos, apesar de seus olhos molhados,
“Bem, está certo... Pensar assim é normal. Mas não é como se eles fossem completamente diferentes nisso. Afinal, fazendo isso na escola, elas não são as únicas pessoas que fazem isso na escola ”
Kurumi continuou,
"Espiando seu sexo assim enquanto eu estou tocando você, Celis-nee - não é como se você estivesse em posição de dizer qualquer coisa também"
"…Isso é…. mm, aaaaah ♥ ”
Quando seus mamilos foram beliscados - Celis soltou um gemido doce, seu corpo tremendo ao fazê-lo.
Instantaneamente - a virilha de Celis que ela estava tentando cobrir com a mão começou a vazar com o mel.
Além disso, seus pingos chegaram até suas coxas.
Ah ...
Celis entendeu o que estava acontecendo com seu corpo. Ela estava tendo um leve clímax.
—- Mas não era como uma febre sensual que sobe e depois desaparece,
Em vez disso, era como um calor inacabado, uma doçura excessiva. 
“Mmm… haah, aah…. aah ♥ ”
Os olhos de Celis estavam completamente molhados, enquanto ela esfregava as coxas lascivamente uma contra a outra.
Ao fazer isso, Kurumi de repente a deixou ir.
"...Kurumi...?"
Quando olhou para trás, encontrou-se encontrando os olhos de Kurumi.
Kurumi parecia que estava prestes a chorar.
“Eu não estou tentando ... Se você realmente quer amarrar o contrato de servo-mestre usando sua mágica, tudo bem. É a mesma coisa que Basara-niichan e todas as outras pensam também ”
Kurumi disse.
“Depois disso, Basara-niichan tem planos, então haverá algum tempo antes do contrato de mestre-servo esta noite. Por favor, pense novamente... sobre seus veradeiros sentimentos, Celis-nee ”
"...Meus verdadeiros sentimentos"
Ela respondeu como se estivesse recitando um feitiço, 
E Kurumi sussurrou "além",
“Agora não apenas nossos votos, mas... alguns de nossos serviços ainda valorizam e acreditam que o contrato inicial de mestre-servo com Basara-niichan é um vínculo precioso”
Essas palavras tinham um certo peso nelas.
O que fez Celis ficar sem palavras. 
Kurumi então disse calmamente: 
"Então, por favor - não minta sobre isso."
Parte 15
Naquela sala de aula vazia, Toujou Basara desejava Nonaka Yuki de todo o coração, enquanto fazia sexo com ela. 
Como resultado do clímax contínuo que ela obteve dele e de Maria, a consciência de Yuki derreteu completamente - assim como nesta manhã com Mio e Kurumi, assim como Zest durante o almoço, Yuki precisava de tempo para se recuperar.
- Dito isto, incomodariam Rikka e os outros se não voltassem logo.
Como tal, ele deixou Yuki nas mãos de Maria e retornou à sala do conselho estudantil para trabalhar no festival cultural até a hora de deixar a escola. 
Depois de terminar o trabalho de hoje, eles caminharam juntos até o portão da escola, e Basara se separou de Mio e as outras meninas indo para casa e seguiu para a estação de trem com Rikka, Kanou e Touko, que usam o trem para ir e vir da escola.
Eles se separaram perto do portão, com Basara indo sozinho para a segunda plataforma que irá em direção ao centro da cidade.
Pegando o trem-bala para se divertir, ele chegou à estação de Shinjuku, que detém o recorde mundial do Guinness para a estação de passageiros mais movimentada. 
Atravessando a multidão na saída oeste, pegou a escada rolante até o nível da rua e depois seguiu para o norte. 
Continuando para o norte, ele alcançou uma faixa de pedestres e um cruzamento movimentado. 
Naquele momento, ele viu um prédio na esquina da interseção, 
"- Ah, aí está"
Ele está confirmado, vendo o nome do endereço que procurava em um quadro antes de subir no elevador.
Saindo no seis andar, ele encontrou os olhos da equipe. 
Assim, Basara foi até o funcionário, que confirmou que ele é realmente um cliente.
"Bem-vindo. Voce está aqui sozinho?"
A equipe disse com um tom firme e um sorriso.
“Não... eu deveria estar com alguém. Sou Toujou, que fez uma reserva às 8. Estou um pouco cedo, mas você acha que posso esperar lá dentro? 
Enquanto Basara dizia isso, o anfitrião verificou instantaneamente o relógio e a lista de reservas.
“Toujou-sama para dois às 20:00… Obrigado por fazer uma reserva conosco”
Com isso dito, a equipe se curvou para ele.
"Deixe-me mostrar seu lugar... Sua companhia chegou mais cedo"
Dizendo isso, ela caminhou à frente de Basara.
O lugar para o qual ela mostrou a Basara não era apenas uma mesa comum, mas um dos estandes particulares.
Subindo a pequena plataforma até a cabine, tirando os sapatos, passou pelas cortinas e, como os funcionários diziam, seu companheiro estava realmente esperando por ele lá.
Na cabine calma e luxuosa, ele se sentou, reconhecendo a presença de Basara e sorriu.
"- Ei, Basacchi"
Ele chamou Basara calmamente.
Basara deu um leve sorriso e sentou-se em frente a Takigawa Yahiro.
Olhando para a mesa - ele viu a água e a toalha molhada na mesa.
“Você acabou de chegar aqui também? Bem, está adiantado, mas "
"Nah, eu cheguei aqui um tempo antes"
"Realmente? Então você deveria ter pedido uma bebida pelo menos ”
"Bem... você disse que está me bancando hoje"
“Este lugar não é como você imagina... Mesmo que geralmente usemos yakiniku, um lugar tão caro como esse é bem estranho ”
“É a minha primeira vez em algum lugar assim também. Mas você disse que queria um lugar com um buffet?"
"Sim. Mas mesmo depois de eu perguntar sobre isso, se você não aparecesse, esse lugar está em um nível que destruiria completamente minha carteira ”
"Entendo... Então você esperou até eu chegar aqui"
E então, quando Basara sussurrou isso, a garçonete veio trazer a toalha e a água para Basara.
Depois de entregar a ele, ela se curvou sinceramente para ele.
"Obrigado por vir hoje, já que vocês dois estão aqui, vamos começar?"
"Sim por favor"
Basara disse.
“Então vamos preparar a comida. Gostaria de pedir algumas bebidas primeiro?
"Bem... eu vou tomar chá oolong, e você Takigawa?"
"Eu vou querer o mesmo"
"Entendido. Então dois chá oolong ”
Ela disse. Ao sair do estande, ela puxou a cortina para trás dos dois.
“Quando você pensa sobre isso, o tudo que você pode comer aqui tem várias classificações diferentes. Qual você comprou Basacchi?
"Claro, o mais caro"
Como Basara disse isso, os olhos de Takigawa se arregalaram. 
"...Ei, ei, sério?"
"Sim, sério"
"Não, mas diz que aqui é carne Matsuzaka à vontade"
"Sim, estou ansioso por isso"
"Incluindo as bebidas que a levam a mais de 30.000 ienes... Dez vezes mais do que todos os lugares em que você me mostrou antes"
“Está realmente bem. Você me ajudou mais do que isso ”
Basara disse com um sorriso irônico.
- Graças a Takigawa, a sua vida foi salva e mais do que apenas uma ou duas vezes.
Isso não é suficiente para pagar sua dívida com Takigawa.
Dito isto, não era para pagar sua dívida com Takigawa.
"A partir de agora, ainda estarei sob seus cuidados"
O Yakiniku de hoje foi prometido quando seguiram caminhos separados na Vila antes da batalha final com Shiba. 
Faz um mês e meio desde então, mas finalmente eles conseguiram cumprir essa promessa.
A razão pela qual demorou tanto tempo - foi um acordo secreto que Basara e Takigawa fizeram no telhado durante o dia da cerimônia de entrada.  
Tanto a facção moderada quanto a atual facção do lorde demônio estenderam sua proteção a Basara para que ele pudesse escapar dos esquemas políticos do Clã dos Heróis. No entanto, após a batalha com Shiba, Basara havia planejado com Takigawa ir na direção completamente oposta. O que foi, para o grupo de Basara, fazer suas próprias alianças com os demônios e heróis.
Estabelecendo um novo cessar-fogo entre heróis e demônios - para conseguir isso, o grupo de Basara atuará como mediador. À primeira vista, essa idéia de Basara parece absolutamente próspera, mas, se for bem-sucedida, poderá trazer um novo equilíbrio, parar os conflitos de ambos os lados e, como extensão, trará paz ao mundo humano e ao Reino dos Demonios.
E então Takigawa, prometendo ajudar com o grande plano de Basara, trabalhou ativamente com a atual facção do lorde demonio e a facção moderada do Reino dos Demônios.
…Portanto.
Como no passado e até agora, Toujou Basara permanece verdadeiramente grato a Takigawa Yahiro.
Takigawa o ajudou inúmeras vezes. Se ele alguma vez precisasse da ajuda de Basara com alguma coisa, Basara planejava estender sua mão em auxílio, não importa o quê. 
Com a aliança com o lado demoníaco que Basara está avançando, há a chance de colocar em risco Takigawa, mesmo se houver algum requisito excessivo, Basara ajudará. Dito isto, a aliança com o lado demoníaco já é ajudada por Takigawa. 
Portanto, apesar de viver com Mio e as outras meninas em família, Basara evitou o máximo de luxos financeiros, tanto quanto possível, Takigawa permaneceu uma exceção. Basara não se importava de gastar dinheiro com ele. 
- Claro, ele não está planejando devolver ajuda a Takigawa simplesmente com dinheiro.
No entanto, há momentos como este onde é apropriado. 
Claro, não é como se a comida super cara servisse para mudar a mente de Takigawa. Mas Basara decidiu que, quando é algo que ele poderia fazer, ele daria tudo para fazê-lo. 
Então, se algo acontecesse, ele seria poupado da sensação de que poderia ter feito mais.
- Quando algo se perde, não se pode voltar ao que era.
Isso é algo - do qual Toujou Basara está dolorosamente consciente.
Mas Basara agora tem tantas coisas preciosas que ele quer proteger.
...Perdê-los, não é algo que ele permitirá que aconteça.
Mesmo que ele tenha que lutar contra Deus, ele nunca cederá.
- Para Basara, a vida de Takigawa é especial.
Para alguém ser uma tábua de salvação importante para ele, por outro lado, isso também significa que ele também é uma ameaça à sua vida. 
Não há ninguém mais tranqüilizador como aliado do que Takigawa, mas como inimigo, ninguém é potencialmente mais perigoso. 
Mas, ao mesmo tempo, Takigawa é essencial para Basara proteger todos aqueles que ele não quer perder.
Então, enquanto mostrava sua lealdade a Takigawa, Basara sempre se dizia isso.
Há algo confiável na vida que é Takigawa Yahiro - e algo assustador também.
"..."
"- Mas por que esse estande é particular?"
Takigawa disse, enquanto olhava ao redor da sala. 
Assim, Basara respondeu com um "ah"
“Somos apenas dois garotos do ensino médio e eu escolhi o curso de buffet mais caro também, certamente nos destacaremos de maneira ruim. Além disso, com isso, podemos conversar sem nos preocupar com quem pode ouvir ”
“Eu entendo isso, mas... esse estande é grande demais para nós dois. Não existe um que seja menor e mais compacto? ”
"Bem... Não é que não exista"
Como Takigawa disse, o estande que eles estão usando no momento pode acomodar oito pessoas.
Este restaurante tem cabines para quatro e mesas para duas que evitam os olhos dos outros.
- No entanto, Basara conversou com a equipe do restaurante e empurrou para a sala de oito pessoas.
A razão para isso - logo ficou clara. Enquanto dizia “por favor, com licença”, um garçom abriu a cortina e começou a trazer a comida. 
"Eh--?"
A voz surpresa de Takigawa certamente veio de como não havia apenas um membro da equipe que entrou naquele momento. 
Primeiro veio o garçom que trouxe as bebidas e depois o garçom que trouxe a carne para o yakiniku. 
- Mas isso não seria surpreendente.
Mas havia dois que carregavam o fogão e depois os diferentes tipos de sopa.
No final, havia diferentes membros da equipe em espera, com diferentes tipos de carnes e sopas.
"Ei, ei, Basacchi, o que há com tudo isso?"
Takigawa perguntou, perplexo ao receber seu chá.
“É um buffet especial. Não prometi yakiniku com shabu-shabu? Portanto, eu tenho o buffet com isso, é claro que tudo é carne de Matsuzaka. ”
Enquanto basara continuou sua explicação, o garçom serviu mais carne e sopa. 
Este restaurante não tem apenas yakiniku, mas também shabu shabu e é algo que você pode comer, incluindo isso. Assim como o yakiniku, o shabu shabu também possui diferentes níveis de qualidade, e Basara havia escolhido a opção de carne Matsuzaka mais cara para ambos, para que eles pudessem desfrutar da carne Matsuzaka para os yakiniku e shabu shabu.
E então - pelo mesmo preço, eles poderiam ter os dois tipos.
Mas - desta vez, Basara pediu algo mais, um pedido que não estava no menu.
Portanto, eles têm três tipos, todos os Matsuzaka: yakiniku, shabu shabu e sukiyaki.
É por isso que o estande para quatro pessoas não era suficiente e eles precisavam do estande para oito pessoas.
E então - como tudo foi exibido na frente deles.
O que está na mesa deles é um extenso show de carne de alta qualidade.
Todos os diferentes tipos de cortes, e até as fatias finas de shabu shabu, e aquelas fatias finas também para yakiniku.
Era, sem dizer, uma vista magnífica.
Quando os outros membros da equipe de espera saíram, o que permaneceu por último era apenas a garçonete principal.
“Como essa carne é boa, aproveite ela sem cozinhar demais”
Ao receber conselhos sobre como cozinhar a carne, Basara e Takigawa ficaram sem palavras. 
- Alguém já ouviu falar de “carne bonita”?
Não carne deliciosa, - mas carne bonita.
A gordura vermelha e a branca - a bela combinação dela só poderia ser chamada de arte comestível. 
É o romance de carne dos homens. A melhor experiência em carne bovina Matsuzaka.
E vendo isso, só se podia sentir uma admiração esmagadora por isso.
Não é nenhuma surpresa que Basara e Takigawa ficaram sem palavras ao ver.
"-"
"-"
Até os dois, tendo se confrontado com Shiba e Kouryuu, como deuses, só conseguiram engolir ao ver isso diante deles.
- No entanto, esse não foi o fim do que encantou Basara e Takigawa.
Em seguida é o que é transportado por sete garçons
No topo do prato estava o que só poderia ser chamado de rei dos frutos do mar - a forma de um caranguejo estava sobre ele.
"Oo que é isso... Nós não pedimos isso"
Para surpresa de Takigawa, a equipe deu um sorriso extremamente agradável.
“Não, este caranguejo está incluído no menu que você pode comer. A direita está grelhada e pronta para comer, enquanto a esquerda será usada para Shabu-Shabu ”
Eles disseram, colocando uma grande quantidade de caranguejo na mesa. 
O "all star" Matsuzaka foi o suficiente para pegá-los, mas com isso, é apenas um exagero.
"...Ei, Basacchi"
"O que há, Takigawa?"
"...Isso realmente é demais"
"... Desculpe, eu também não esperava que fosse tão longe"
"..."
"...Então, vamos tirar uma foto?"
"S-sim, nós deveríamos..."
Com as palavras que Takigawa acabou de dizer, Basara assentiu, e os dois pegaram seus celulares para fazer uma pequena sessão de fotos. 
Basara e Takigawa não usam as mídias sociais, mas neste exato momento eles podiam entender os sentimentos das pessoas que são viciadas nela. 
Com isso, talvez sentindo que estão sendo um pouco estranhos,
"Se você quiser, posso tirar uma foto de vocês dois com a comida"
"Ah... Então, sim, por favor"
Entregando seus celulares à equipe, os dois tiraram uma foto com sorrisos no rosto. Depois de recuperar os celulares, eles vêem seus próprios rostos com sorrisos estranhos,
"…Obrigado"
Mesmo que eles o refizessem, provavelmente terminaria o mesmo, ou pelo menos foi o que eles descobriram, então Basara colocou o celular de volta no bolso do uniforme.
Com isso,
“Bem, então, por favor, divirtam-se. Se você quiser algo mais, sinta-se à vontade para pressionar o botão na sua mesa para ligar para nós ”
Com essa afirmação, a garçonete saiu do estande.
Portanto, Basara e Takigawa se prepararam.
"Vamos fazer isso Takigawa... Devemos começar com este corte?"
"S-sim...!"
Colocando tudo isso, começaram a grelhar a carne.
A garçonete que trouxera a comida antes estava agora na frente do estande.
Quando chegou ao cardápio, ela recebeu pedidos do prato mais caro. Dois pedidos não eram novos para ela, mas este foi o primeiro para três. 
E, além disso, ter apenas duas pessoas em um estande particular para 8 pessoas, era quase impensável.
- No entanto, o restaurante aceitou a reserva com um pagamento adicional.
Ela pensou que os convidados seriam alguém relacionado a política, ou talvez fosse uma celebridade. 
No entanto, os dois que chegaram foram dois garotos do ensino médio vestidos de uniforme. Houve filhos de celebridades que poderiam ser difíceis ao reservar antes, mas,
"...Bem, esses dois parecem diferentes"
A garçonete riu baixinho.
Suas reações quando trouxeram a comida foram doces, e há algo de agradável nisso tudo.
Dito isto, este foi um tempo limitado, tudo o que você pode comer de especial. Se eles continuarem se maravilhando com a comida, será a perda deles. Desde que eles vieram até aqui, eles deveriam tirar o melhor proveito disso.
Seria bom se eles fizessem boas lembranças, ela quer isso para eles.
Portanto,
"Será que eles começaram a cozinhar?"
É nesse período que ela se pergunta se deve espiar, pensando na possibilidade de que eles continuem se maravilhando com a comida e não comecem.
Ela espiou dentro da cabine, 
"-!"
"~~~~~!"
Ela ouviu um grito monstruoso(Significa que a comida está ótima) dos dois. 
Para alguém que trabalha aqui, essa é a melhor reação que ela poderia esperar de um cliente.
"...Isso é bom, parece que eles estão bem"
A garçonete sorriu e voltou a servir os outros.
--------------------------
--------------------------
--------------------------
--------------------------
Tradutor: Ascherit
Revisor: Ascherit